segunda-feira, 3 de junho de 2013

Templo - Para Chico César


www.baixaki.com.br


Quando você encontra um jeito,
De, em Amor, extravasar o peito,
A vida adquire um tamanho, uma intensidade...
...Uma verdadeira claridade!
Os fatos automaticamente se esclarecem,
Os dados aquiescem.
Percebe-se claramente,
O que vai na universal mente.

O capitalismo 
Com toda a sua enganosa, traiçoeira,
Macabra, tenebrosa, rasteira,
Ideologia,
É o avesso, o oposto, do celestial romantismo,
Com sua insubstituível melodia,
Em versos apaixonados,
Imprevisivelmente, delineados.

Ainda que não seja um conto de fadas,
Ou, um épico de capa e espada,
O que importa,
É a afeição que transborda.
Seja como for!
O importante é se despedir da dor.
Virar as costas para todos os enganos,
Para bem habitar neste novo plano.

... Aqui, onde o ninho
É materializado em carinhos.




A inspiração do texto:
http://www.youtube.com/watch?v=PTeHFj9TmHg&feature=share





2 comentários:

Toninho disse...

Este Chico me encantou logo que apareceu pela criatividade e cultura.
Aqui você se inspira e faz uma belíssima releitura como sua arte de poetizar e se emocionar.
Linda semana amigo.
Paz e luz.
Meu terno abraço.

Zuza Zapata disse...

Encontrei essa sua postagem enquanto procurava conteúdos do Chico César.
Muito bacana!
Abraço,
Zuza Zapata
www.zuzazapata.com.br