segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Placas Tectônicas Emocionais










 fbimusicdepartment.blogspot.com



Eita! Como é difícil acreditar em nossa irmandade.
Pensar em nós todos, como uma única humanidade.

Imaginar-mo-nos todos juntos
Verdadeiramente unidos!
Nesse mesmo mundo...
Em que momento perdemos o cósmico sentido?

Quem foi que nos colocou uns contra os outros?

O que foi que foi nos dominando, aos poucos...

... Até que mergulhássemos em aridez,
Em detrimento de nossa lucidez.

Inexiste algo mais insano
Do que ficarmos brigando.

Disputando.

Esgarçando nosso único pano...

Parece que houve uma pequena confusão
Entre ser irmão
E ser igual.
Algo, realmente, bem substancial.

Sei que escrever sobre isso é bem fácil e prazeroso.
O problema é no cotidiano aguentar as diferenças,
Os conflitos de crenças!
O movimento das placas tectônicas emocionais, tenebroso!

Os diferentes enquadramentos
Para os mesmíssimos sentimentos.

As diferentes interpretações
Para as similares sensações.

Só mesmo com muita consciência
Para não atravessar essa cadência,
Toda em contratempos.
Sem qualquer alinhamento
Lógico,
Por ter sido composta no inóspito.





Vídeo lindo
http://www.youtube.com/watch?v=nrzYbc3rWzc







estadodebarrancos.blogspot.com


domingo, 29 de setembro de 2013

Respeito ao Ofício


www.sabedoriaglobal.com.br 




Em nossa atualidade,
Tragicamente marcada pela futilidade,
Ser absolutamente verdadeiro ao escrever
É para bem poucos.
Obviamente, todos loucos.

O normal, o consagrado, é tentar agradar
Para se promover
E se consagrar.
Ocorre que, para alguns, o ofício,
É tão sério,
Tão precioso império,
Que chega a ser inadmissível qualquer resquício
De ilusão,
De mentira, de enganação...
De gracinhas
Em românticas e rasas linhas!

... De inerte placidez!

Lutam pela absoluta lucidez.

Exigem isso, de si mesmos.
A verdade, em seus textos,
Seja qual for,
Ainda que não cause, exatamente, um furor,
É imprescindível.
É o que lhes garante a permanência,
A fluência,
Pelos domínios do sensível.

Alguns vão se metamorfoseando,
Conforme vão se conectando
Com suas essências.
Conforme vão expandindo a consciência.

Ana Bailune é um desses espíritos corajosos,
Com seus textos preciosos.
Sua sinceridade é o que mantém a sua estrada,
Liricamente alada!





Aqui tem o link de um show todo de presente pra você, Ana!







sábado, 28 de setembro de 2013

Você, Consigo!




É importante você contar consigo.
Apostar mesmo.
Cobrar o que for preciso,
Até afinar seu sino.
Pagar para ver.
Entregar-se ao perceber.
Materializar o seu enredo.
Você tem que se entender com o seu destino.
Com aquilo que você não pode se alienar,
Se quiser, de fato, decolar...

Sobrecarregamos demais, aos outros, 
Com nossos problemas, 
Com nossos esquemas.
Dependemos demais dos outros.
Veja: até certo ponto é aceitável.
Inclusive, inevitável,
Já que tentamos viver em sociedade...
Mas, não podemos depositar nossa felicidade
Em mãos alheias. 
Sejam quais forem as teias!

É de sua responsabilidade
Proporcionar-lhe algum interior conforto,
Além de um sorrisão no rosto.
... Alguma espiritual prosperidade!

Não falo de religiões,
Que se transformaram, todas, em aleijões,
Em muletas,
Em fábricas de desastrosas certezas.

Estou falando de estar bem,
Conscientemente, com o além!
Com o encantado,
O elevado.

Vibrando em alta frequência.

Em incandescência!

Irradiando afeição,
Por sobre as atrapalhações da multidão.




Música suspiro:
http://www.youtube.com/watch?v=RVOnSGCrVxY&list=PL9TwAFnxtgYg9bbL7YG-hCACUahkA3-hX






sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Primavera Histórica






Mesmo sem ter terminado de atravessar
A aridez do deserto,
Sem algo de positivamente concreto,
Sei que esses ventos vieram para mudar.

Para me alterar.

Para me acelerar.

Bem do jeito que gosto
E no qual aposto:
Intensidade total,
Com o sideral aval.

Dessa vez o yang explodiu, mas em afeição,
Em antológica paixão.
Amo tanto alguns dados, alguns detalhes
Desta atual entalhe!

Resolvi valorizá-los.
Focá-los.

O que ainda me desagrada 
O que me desagrava,
Entreguei ao tempo,
Com seu incontestável argumento.

Desacredito de todas as justiças.
Acredito em causa e consequência.
Em níveis de consciência.
Expandi-la é a grande conquista.

É mantendo o lirismo em meu mundo
Que mudo o mundo. 




Um sonho em forma de canção,
Ou, uma canção que é um sonho!
http://www.youtube.com/watch?v=UHkZOhMewrc







quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Admirável !!!






        Ontem apliquei a Bambuterapia em um rapaz de 1,90 m, com seríssimos problemas de coluna, em virtude da altura e de sua profissão. Havíamos combinado tudo no dia anterior. 

        Ele chegou, eu ainda estava terminando de me preparar para atender. Estava preocupado com o tamanho e a complicação do problema dele. Peguei a chave e fui abrir o portão, junto, claro, como sempre, com a Nenê (companheira canina). O que ela tinha de pitbull, desapareceu com nosso convívio, com nosso amor verdadeiro. Ela, hoje, está completamente dócil com as pessoas. Apenas, exige carinho de todos. Feito isso, ela se derrete toda. Foi, exatamente, o que ela fez, na chegada do rapaz. Fez uma festa. Ele tem dois cachorros e os adora. Então, ali, já rolou, de cara, um amor à primeira vista. Como ela está comigo há 9 meses, ainda sempre fico de olho nela, pra ver se está tudo sob controle. Fechei o portão, fazendo isso: observando a festa dos dois.

        A massagem demorou 1 hora e 50 minutos. Mas, quando terminei, eu mesmo me espantei com a diferença estampada no rosto do rapaz. Era outro. Estava calmo, alegre, exuberante. Este é o verdadeiro pagamento para o meu trabalho. De verdade, é pra isso que faço. O dinheiro é consequência. Levo muito à sério mesmo. Preparo-me, rigorosamente energeticamente para poder atender, sem contaminar o paciente, com algum distúrbio, ou alguma deficiência minha. Este é um cuidado que as pessoas precisam aprender a ter. O massagista tem que estar com uma energia boa pra atender, porque fatalmente, inevitavelmente, sua energia irá se misturar com a do paciente. Então, se o massagista acabou de ter uma briga, ou se excedeu na noitada, está triste, em hipótese alguma pode tocar outra pessoa. 

        Voltando: quando fui abrir o portão pra o rapaz, constatei que estava escancarado. Tem ventado demais, por aqui. Os ventos mais fortes desde que cheguei. Suponho que não tenha fechado o cadeado direito e o vento fez o resto. Nenê pacificou-se, mas com relação ao ser humano e às galinhas do vizinho. Tudo que se mova, ela ainda ataca. Este foi meu primeiro medo, quando acreditei que ela tivesse ido dar um rolê. Que ela voltaria eu tinha certeza, mas temia pelo que pudesse lhe acontecer lá fora, longe de minha proteção leonina. A mais intensa de todas. Meu coração disparou mais que os tambores da timbalada. Devo ter ficado pálido e à beira do pânico. 

        Lembrei-me que ela atende a qualquer som que eu emita parecendo um assobio. Comecei a tentar assobiar, mas a boca seca dificultou bastante. No terceiro som, ela apareceu rebolando, linda, única, absoluta, necessária. Ficou o tempo todo tomando sol no quintal de trás da casa, mais próxima de onde eu atendo. Com certeza, viu o portão escancarado, mas, suponho, que como eu estava em casa ela não sentiu necessidade de passear.

        Meus amigos queridos: que alívio. Vocês não podem imaginar o que ela significa pra mim. O papel que ela assumiu em minha vida, quando decidiu de livre e espontânea vontade: viver comigo. Nosso amor é palpável. Inapelável! Inabalável! ... Ah! Admirável!!!!!





Música mais que indicada:
http://www.youtube.com/watch?v=B8U0IToIV1A






quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Aquecendo os Tamborins





O tempo vai esquentando,
Sigo melhorando,
Despedindo-me da tristeza
Do sentimento de rejeição,
Que me sabotou todas as certezas.
É como adquirir uma nova respiração,
Mais favorável, tanto ao pulmão,
Quanto à pessoal evolução.

Meu futuro nunca esteve tão incerto.
No entanto, sinto-me chegando
Cada vez mais próximo ao meu certo.
Ao que me quer desperto
E ereto.

Trabalhando para que o concreto
Não mais cubra nosso cósmico espectro.
Pleno de dignidade,
Abraçado à vibração inconfundível,
Totalmente acessível
A todos 
E não só a uns poucos,
Da felicidade.
Tudo sob o patrocínio incondicional,
Genuinamente sideral,
Da sensibilidade.

Agradeço também a esse vento apaixonante,
Que me tirou de alguns acordes dissonantes.
Pretendo retribuir em dobro,
A este angelical coro
Que escuto,
E que me clareia o mundo.



Música indicada - 
http://www.youtube.com/watch?v=5_q9kjPJOYg









terça-feira, 24 de setembro de 2013

Tudo Pela Visão







A alma entrou em "Ardentia".
Alterou totalmente o compasso
De minha sinfonia,
A intensidade de meu abraço.

Aliei-me ao tempo
Para reforçar o argumento.
Sinto, agora, o universo a meu favor.
A favor de meu ardor.

Não aceito mais quaisquer distorções,
Adaptações, ou manipulações.
Incendiei-me em versos
Consentidos pelo universo.

Nem toda a mesquinharia,
Toda a patifaria
Dos incautos,
Daqueles inimigos do alto,
Pode me demover.
Poderá me devolver
Ao canto escuro
Do submundo
Do gado.
Com seu enfadonho
Tristonho,
Comportamento enlatado.

Fui me despindo.
Fui me sentindo
E fui deixando as cascas,

As máscaras,
Os mascarados,
Os enquadrados,
Pelo caminho.
Exigência de meu destino.

Agora desfruto o sabor
O valor
De ter abdicado de tudo,
Em função
De minha visão de mundo.





Música linda:
http://www.youtube.com/watch?v=90uy5PpjMf4






domingo, 22 de setembro de 2013

Delíciaaaaa!





Deve ser consequência desta sintonia.
Característica de sua sinfonia.
Estou conseguindo exercitar a afeição,
Para alegria e festa de meu coração.

Inexiste algo superior
A reconhecer o celestial ardor,
Em cada canto, a cada passo,
Em todo traço.

É preciso estar aberto ao firmamento
Para sintonizar este sentimento.
Aqui, tudo se encaixa,
Sem muita distinção de faixa.

Há o entendimento de que a Terra é o grande leito.
O que derruba a possibilidade dos tenebrosos preconceitos.

São gestos!

Estrelados tetos...

Atitudes,
Que alteram positivamente,
Significativamente,
A emocional latitude.

O que se descortina
É celebração para a retina.

... Tão bonito!

O melhor de tudo
É que faz sentido!

Eita! Há ainda muito Amor pelo mundo.





Vídeo lindo:
http://www.youtube.com/watch?v=8VdFWtNCoeE





sábado, 21 de setembro de 2013

Primavera



                             ikebanasdayse.blogspot.com 





Em alguns casos,
Com direito a alguns sobressaltos,
Leva-se uma vida inteira,
Para se descobrir 
Que sempre foi outra, a brincadeira.
É quando desabrocha um outro sorrir,
Muito mais intenso.
Imenso,
De tão verdadeiro.
Com ares de primeiro!

É quando, finalmente, explode a represa
Das antigas certezas.
Todas tão arbitrárias,
Quanto desnecessárias,
Por terem sido importadas,
Ao invés de cultivadas.

Sente-se um alívio.
Faz-se as pazes com o destino.

Dobram-se alegremente os sinos
Pela felicidade dos meninos.

Atira-se aos braços do lirismo,
Envolto em blindado positivismo.

É um autêntico renascer.
Versos jorram.
Sementes brotam.
A natureza positivamente responde,
A uma intenção que se corresponde.
Um último florescer!

Talvez, por isso mesmo,
O mais importante de todo o enredo.

Sem dúvida, um bom acabamento,
Para o mais belo sentimento.





Uma das canções de minha vida:
http://www.youtube.com/watch?v=U2zBuDYikh8&list=FLY5cpLT2WHtwOjuU-yKg7OA








sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Ingresso



                                en.wikipedia.org





Tenho estado tão contrariado,
Tão emocionalmente desgastado...
Tão mundialmente preocupado,
Até mesmo, um tanto, assustado,
Com tudo que está acontecendo,
Da maneira como está ocorrendo.

Tão violenta!

... Tão desatenta!

Está evidente a despreocupação
Com o futuro.
Com o estrago dos muros.
Tão tosca essa ilusão!

Os papéis repetindo-se com outros atores.
Cada vez mais sedentos de horrores.
Cada vez mais inescrupulosos.
Monstruosamente gulosos.
Insaciáveis,
De tão instáveis!
Alguns até, improváveis!
Todos excessivamente desagradáveis...

Só mesmo recorrendo aos encantos da floresta,
Para desanuviar um pouquinho a testa
E produzir versos animadores.
Que acendam os celestiais ardores.
Nossa única opção de ingresso
Ao nosso verdadeiro universo.

Onde estaria eu, se não tivesse recorrido
E sido absorvido
Pela natureza,
Pela essência do planeta...
Com certeza já teria desistido
E ao gado sucumbido.

No entanto, respiro fundo
E vou tentando, liricamente, clarear o mundo.





Música indicada:
http://www.youtube.com/watch?v=qcbdxi9epO0







quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Quem Viver Verá! - ... Ah! Se Verá!!!!!!!!!!!!!!

 
 



        Então, é isso! Liberou geral! É cada um por si e deus por todos. A justiça foi assassinada ontem, pela quadrilha no poder. O último a sair apaga a luz. 

        Que tristeza!
   
         Estou fisicamente arrasado. Já somatizei, já! ... Sabe o que é? É que gosto tanto, tanto, tanto, tanto deste país... Aliás, gosto do planeta! Pensando bem: gosto de tudo que conheço e daquilo que imagino dos universos todos. É assim o meu mundo. Por isso que me é tão aviltante o que aconteceu ontem lá no stf. 

       Explicando: penso que aquela gente, não ama. Nunca amou coisa alguma, a não ser a tétrica, tenebrosa ilusão de poder! Pobres almas! Se soubessem!!! Ou melhor, se sentissem o que sinto, quando ouço meus companheiros sabiás em alvoroço pela chegada da primavera, com seus voos rasantes...  É questão de frequência!!! A deles é outra, cosmicamente inexistente, por ser projeção da ilusão. A mentira da mentira. O segundo avesso. A inconsciência com sua impraticável consistência.

       A cara de pau, a coragem de trair toda uma nação ao vivo!!! Em minha cabeça isto é inconcebível. Nem que eu estivesse com uma arma apontada em minha virilha... Ali, escondidinha embaixo da mesa. Ainda assim, preferiria me mutilar, morrer, a trair este povo que só foi traído até agora. Desconhece o "amor de governante". Pois até aqueles que ajudaram, pecaram em seguida, pela omissão. Pela não defesa de seu povo. Onde já se viu um país sem oposição?! Ah! Assim não dá pra brincar. 

       A aceitação dos embargos "indecentes", da maneira como foi feita, ostensiva e aviltante, deixou-me a sensação de que tudo, até a aparente honestidade de alguns, tenha sido um teatro. Mais precisamente, uma Tragédia Grega, adaptada para o materialismo e a frieza do século XXI, dentro do universo capitalista. Assombra-me como os donos da situação sub-julgam a inteligência de todos nós. Tomam-nos todos por extremamente estúpidos, compráveis e deliciosamente manipuláveis. Existe, sim, uma parte da população que por extrema e providencial, além de encomendada ignorância, desafortunadamente se encaixa neste maldito molde. 

       Mas, existe aquela outra metade que não votou na quadrilha e que está se sentindo invadida, roubada, mutilada, em sua própria casa. Ou seja, não tem pra onde correr. A não ser deixar o país. Será que teremos que chegar a este extremo? Vamos deixar chegar a isso? Não, não vamos. Claro, que não! NUNCA! Quem vai sair é esta laia podre, que contaminou o solo de Brasília. O Brasil é nosso! Quem manda aqui somos nós. NÓS!!!!!!!! Exclusivamente, NÓS! Assumamos pois, nosso papel, em nossa própria história. 





Até Quando:
http://www.youtube.com/watch?v=1nIiOU1qDUg







quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Enquanto



                                                www.florisa.com.br 





Enquanto não destrocarmos os valores,
Permanecerão os horrores.

Não há como darmos certo,
Este é um dado concreto,
No caminho em que estamos,
No qual parece que empacamos,
Em todos os aspectos
O que se avizinha é o deserto!

Enquanto a política mundial
For a palhaçada que é...

Enquanto a desonestidade
Nos fazer perder o pé...

Enquanto a confiança 
Não for prontamente restabelecida,
No seio da humanidade,
Deteriorando os critérios da balança...

Enquanto estiver equivocado,
Terrivelmente ridicularizado
Os conceitos de festa e de conquista...

Enquanto ignorarmos 
O que nos é essencial.
Enquanto nos acovardarmos
Perante o lixo
Instituído...

Enquanto o dinheiro continuar corrompendo,
Corroendo,
Manipulando,
Adulterando,
Estragando,
Minando
As sociedades,
Com suas inacreditáveis futilidades,
Cerrando as palmas
E envergonhando as almas.

Enquanto os amores 
Forem os de conveniência.

Enquanto cada um de nós não tiver coragem
De encarar e vivenciar a própria paisagem...


Enquanto toda esta porcaria permanecer
Estaremos condenados aos terrores
Da decadência.

Apenas, o autoconhecimento,
O exame minucioso
Do que aceitamos como precioso,
Poderá redimensionar nossos sentimentos
E nos devolver ao nosso cósmico florescer.





Uma linda canção para inspirar:
http://www.youtube.com/watch?v=UHro2iOvyQc






terça-feira, 17 de setembro de 2013

Triste Tragédia Anunciada







       Ah, meu amigo! Você entrou em uma fria. Não é assim que se faz filho. Sei que você queria muito ter um, mas escolheu a mãe errada. A mais precária. A garota não tem cabeça sequer pra conduzir a vida dela. Imagine formar uma. 

        Em vista da cena que vocês me obrigaram a presenciar posso concluir com tristeza, em primeiro lugar, e, acima de tudo, que você errou. Ela não lhe tem qualquer vestígio de afeto. A pobre pensa que se deu bem, engravidando propositalmente de você. Pensa ela que, a partir de agora, a vida do bebê e dela dependem de seu dinheiro. Que você tem obrigação de sustentá-la pelo resto da vida. E, com coisa boa. Não venha com porcaria, não. 

        Você, cego pela vinda da filha, não está percebendo a tristeza da situação toda. Se você largar a mulher com quem você está agora, pra ficar com ela, estará embarcando em um tour pelo inferno. Acredite-me. Se você, apenas cumprir suas obrigações financeiras ( caso contrário ela já o ameaçou com o fórum )...!!! Imagine - a criança nem nasceu e ela já está toda armada e preparada pra arrancar o que puder de você. Mas, especificamente, de seu bolso. Voltando: se você apenas der o dinheiro, estará largando a criação da menina nas mãos comprovadamente, irresponsáveis e despreparadas da louca da garota. O ideal seria você criar a menina, mas não acho que sua mulher vá aceitar a ideia.

        Rapaz! Pense bem, em seus próximos passos. Pense na menina. Pense em sua filha que você tanto quis e, pela qual, quebrou vários parâmetros da sociedade, em vista de sua mulher se recusar a engravidar por temer o parto... !!! Ela já está vindo em uma situação dramática. Você está impondo-lhe uma herança maldita.

        A garota não está nem aí para a menina. Repito ela quer grana. Não sei se uma pessoa que pense e aja assim, tem os escrúpulos mínimos necessários para criar uma criança. Pior ainda sendo menina. Ela já vai criar a garota orientada para sugar os homens. Já que na cabeça doente, demente, dela é só pra isso que servimos.

        Rapaz: imponha-se! Tome as rédeas da situação e deixe de ser palhaço de uma garota feia, inescrupulosa e histérica. 

        É preciso Amor entre as partes para se fazer um filho! Ôxe!





Vídeo pra quebrar o climão:
http://www.youtube.com/watch?v=feadYTTNSeU