sexta-feira, 31 de maio de 2013

Desperdício





Sofro com gente sem entusiasmo.

Aquelas que vivem em uma espécie de marasmo,
Inexplicável,
Inaceitável!
Pessoas que vivem à mercê do negativo,
Do improdutivo.
Não se entregam às suas tarefas,
Embora reclamem da falta de festas...
Fazem tudo por cima,
Repetindo sempre as mesmas cismas,
Infundadas,
Descabeladas...

Não sou a favor de sacrifícios,

Mas, detesto desperdícios...
Principalmente, de energia,
De dias!
De conquistas...
... De vida!
Perdem as oportunidades,
Por falta de tenacidade,
De empenho,
Exigidos, constantemente, no enredo.
Gente sonsa!
Parecem ter, constantemente, a cabeça tonta.

Parece que algo as impede de caprichar...

Mal conseguem terminar.
Dão a impressão de tudo ser muito pesado
Por isso vivem esgotados...
Resmungando...
... Atrapalhando!
Gente chata,
De tão rasa!
Sabotam o próprio sucesso.
Culpam o processo!

Dizem-se perseguidas.

Só querem sombra na subida.
Tudo é muito complicado, sim.
Porém, tenho em mim,
Que se não houver uma pré-disposição,
Para acreditar no que nos reserva, a imensidão,
Não há como obter um mínimo de tranquilidade,
Para a interpretação devida dos signos da eternidade.

Com lucidez, é preciso confiar,

Para poder, voluntariamente,
Conscientemente,
Apostar.
Todo e qualquer empreendimento
Necessita de sentimento.




Vídeo indicado:
http://www.youtube.com/watch?v=KMwG6sEyxN0






quinta-feira, 30 de maio de 2013

De Todo !!!





Sei que não posso de todo,
Mas, sempre tento,
Algum jeito sempre invento,
De tentar mudar o mundo todo...

Está por demais confuso, 
Tudo!
Essa faraônica troca de valores,
Patrocinando esse circo de horrores...
... Pleno de manipulação,
Por um lado,
E, de insana ingratidão,
Por outro!

... Tudo torto!
Completamente atrapalhado.

E, o povo se recusando a pensar.
Insistindo em engolir
O que o quer destruir.
Deixando-se enganar,
Com uma devoção absoluta,
Por este modelo de sociedade,
Tão, incontestavelmente, poluta!
Injusta!
Absurda!

Não posso aceitar,
Esse coletivo minimizar!
Quero meus irmãos, abertos, atentos!
Sendo orientados pelos melhores ventos...
... Os originais!
Nascidos das mais altas hostes celestiais.



Vídeo indicado:
http://www.youtube.com/watch?v=0OPisTJxkj8





quarta-feira, 29 de maio de 2013

As Explicações





Muito não é preciso ser explicado.
É preciso, sim, ser vivenciado.
Nunca teremos todas as explicações,
De todos os dados,
De todos os fatos...
... De tantas sensações!

Quando tivermos todas as informações,
Já não mais existirão as estações...
... Não para nós!
Teremos adentrado a celestial foz.
Por enquanto,
Ainda que, com algum espanto,
Necessitamos seguir,
O máximo possível, orientados pelo intuir.

Em verdade, tudo que precisamos saber,
Para um saboroso viver,
Está bem perto.
Parte, por dentro, de certo.
O restante baila ao nosso redor,
Tentando nos alertar para o Maior!
Para o grande significado,
Que só respira no encantado.

Há uma surpreendente delicadeza,
Em latência
Aguardando que nos acertemos com a frequência
Especialíssima, única, da pureza.





Vídeo Massa:
http://www.youtube.com/watch?v=8hzG887CVxE







segunda-feira, 27 de maio de 2013

Competência ou Desonestidade?




        
            Outro dia fui almoçar em um restaurante aqui em Itacaré (ocultarei o nome por motivos óbvios), pela primeira vez. Um belo estabelecimento, bem decorado, até com algum requinte... Fui atendido por um garçom-show – fiquei encantado. Simpatissíssimo. Muito educado, inteligente. Vendeu o restaurante, como se fosse seu. Tanto que perguntei se era dele. Bastante engraçado, rimos muito. Pedi uma caipirinha que demorou cerca de 30 minutos. Toda sofisticada, coada, com gosto de casca de limão insuportável. Horrível.
            Como estava gostando do papo, não vi o tempo passar. Depois de uns 40 minutos, ele veio me pedir desculpas porque a batata frita tinha queimado!!! Assustei-me, um pouco, mas não o suficitente para perceber que havia alguma coisa muito errada, entre a propaganda competentíssima do garçom-show, e a realidade da casa. Preços bem altos, fotos boas no cardápio, mas, a comida de segunda. O arroz horrível, todo quebrado, ralo e bem feio! Bife à parmegiana, nem quero pensar que carne era aquela, além de bem pequeno. molho ridículo e uma lembrança de queijo por cima. Ah! A saladinha estava legal !!!
            Durante a conversa com o rapaz, contei de meu empreendimento aqui. Ele, prontamente, sacou de sua memória centenas de dicas tipo Sebrae. Nada contra, exceto o fato de que o Sebrae padroniza o trabalho, pelos grandes centros turísticos. Locais muito diferentes, como Paraty e Itacaré, não se encaixam, em absoluto, nesta padronização. Mas, entendi a boa vontade do garçom-show.
            Resumindo: ao sair do restaurante, completamente decepcionado com a comida e com as caipirinhas... Pedi a segunda caipirinha, solicitando que fosse feita no modo tradicional, sem coar, sem descascar os limões. Trabalhei como bar man em Paraty. Minhas caipirinhas eram famosas. Amyr Klink sempre que estava na cidade, fazia questão de se dirigir aonde eu estivesse trabalhando para soberear minhas caipirinhas. A segunda veio pior que a primeira... !!! … Voltando: não sabia o que sentia direito. Não consegui identificar de pronto, o que estava prevalecendo em meu coração: se a simpatia efusivo/carnavalesca do garçom-show ( Ah, esqueci de lhes contar que o show era o mesmo pra todos os clientes que chegavam. Eu, bestinha que sou, gosto de exclusividade, não gostei muito dessa parte. O que fez algumas gracinhas dele, perderem, totalmente a graça.) ou, a ojeriza pela comida de terceira, caríssima.
            Pensei, pensei, pensei! Sei que ele estava tentando ser o melhor possível. Mas, acredito piamente, que poderia sê-lo, sem enganar os outros. Sem vender o restaurante como se fosse a oitava maravilha do mundo, QUE NÃO É. É desagradavelmente decepcionante. Inaceitável para uma casa que se quer naquele padrão. Sei que a cidade quase não tem emprego. Quem tem, defende como pode. Ok! Aceito! Mas, será mesmo necessário enganar, exatamente, quem vai proporcionar o salário? Não! Não vale tudo pra ganhar dinheiro! Vejam que o resultado final não vai beneficiar a casa. Apesar da personalidade interessantíssima do garçom-show, que eu gostei, de verdade, NUNCA MAIS ENTRO NAQUELE RESTAURANTE! E se me perguntarem, desviarei quem puder daquela arapuca.

            Estamos precisando, volto a repetir, aliás, repetirei tantas vezes quantas achar necessário: um mergulho bem demorado nas águas claras e miraculosas da SINCERIDADE.



Vídeo lindo:




domingo, 26 de maio de 2013

Falta-me Paciência: Confesso!






É-me demasiado complicado

Dialogar com quem nunca amou...

Com quem nunca se descabelou,

Nunca se destemperou,

Momentaneamente,

Temporariamente...

Nunca se descongelou,

Para, em seguida, reaparecer oitavado.



Amar muda tudo.

Muda a forma de interpretar o mundo.

Que me perdoem os materialistas,

Os frios e calculistas,

Mas, vocês é que estão na contramão,

Do que desenhou para nós, a Mansidão!

Repito: o planeta Terra é Emocional!

Toda essa estúpida valorização material,

É um desnecessário atrito,

Provadamente improdutivo.

Segundo, claro, nosso processo evolutivo,

Rumo à essência do Bonito.



Qualquer afeição que não seja interesseira,

Que não seja posse,

Nem provoque disfarçadas tosses...

… Que seja, por tanto, verdadeira,



Pode proporcionar a rebentação,

Que necessita todo coração.

Música linda:
http://www.youtube.com/watch?v=-kydSJ3-ka8





 


sábado, 25 de maio de 2013

Aha! Aha! Uhuuuuu!




 





Se o pior acontecer, dar-se-á o melhor!

Se o melhor der o ar da graça, adeus pior!

Portanto, dê no que der.

Haja o que houver:

“Sucesso aqui vou eu” !!!

Uhu!

Aha! Aha! Uhuuu!
 

Foi o coração que floresceu,

Através da poesia.

Foi a alma que se lavou,

Em lírica melodia!
 

Tudo que escrevo

É o que está em alto relevo,

Em cada compasso da cadência

De minha percussiva essência.
 

Insisto nesta história de percussão

Porque ouço claramente,

Sinto nitidamente,

Tambores afrobrasileiros em meu coração.
 

Depois, que vim para a a amada Bahia,

A insubstituível Bahia,

Com seu mar

De suspirar,

Aí mesmo é que o som é mais claro.

O ritmo tem a ver com esse solo,

Com esse colo

Raro!
 

Apesar, de um pano de fundo de tristezas,

Do tipo: dedo em riste,

De tão tristes,

Esta massacrante beleza...

Esta exuberância,

Dourada fragância,

Que a todos recolhe,

Como quem acolhe!

Compensa tudo!

Convoca ao profundo!
 
 
 
 
Música indicada: rsrs
http://www.youtube.com/watch?v=3QjsedRXg9Q




Para adquirir meus livros,
Direto comigo:
cbs263000@hotmail.com

 
 
 

sexta-feira, 24 de maio de 2013

É Muito, o Tanto!!!





Tanto, tanto, tanto para mudar...
Na verdade tudo passa por informar.
Desmistificar
Para desamarrar.
... Tantos conceitos equivocados!
O que me dói: corações enganados.

Penso que ninguém gostaria de, espontaneamente,
Voluntariamente,
Errar.
Todos queriam acertar,
Fazer parte do "time dos vitoriosos".
O problema é que alguns caminhos são perigosos.

Falsos!

Imitações baratas e mal acabadas do alto.

A maioria "globalizada" não percebe
E, de seu próprio ensejo, autodestrutivamente, 
Lamentavelmente,
Se esquece.

... Ainda confio no poder do bom senso,
De lapidar qualquer comportamento.
Ele precisa ser reapresentado à humanidade,
Que está comprometida com a banalidade,
Com a atroz frivolidade
Da materialidade.

Reafirmo que: apenas e tão somente a sensibilidade
Será capaz de resgatar a humanidade.
De devolvê-la à sua condição de "humana",
Ou seja, ao seu original programa.




Vídeo lindo:
http://www.youtube.com/watch?v=rUnvdqUo5Kc



Poesia: o melhor presente para o dia dos namorados:
cbs263000@hotmail.com





quarta-feira, 22 de maio de 2013

Inauguração da Lancheria






   
      O que parecia improvável, aconteceu. Consegui abrir minha Lancheria! Claro, que durante o dia, deu tudo errado, incluindo, ficar sem net. Só pra irritar mais, obviamente. Como se já não bastasse toda a ansiedade de abrir um negócio em uma cidade, que não vai indo muito bem, das pernas! Mas, como sou mestre em nadar contra a corrente, isso pra mim é só um detalhe... 
      Aprendi a viver do meu jeito. Ainda que aos olhos do mundo, possa parecer absurdo. Não ligo. Ligo para o que penso, o que sinto, o que intuo... A partir do momento que adotei esta postura, tudo mudou. O mundo mudou para comigo. Olha-me com olhos bem diferentes, dos que conheci até aqui. Sempre variando entre incrédulos e desdenhosos! Agora os olhares são mais, têm mais de respeito e de admiração. Mal sabem, que nunca me senti tão subversivo. A ideia de ter ingressado no mundo capitalista, é apenas fachada para continuar escrevendo e publicando meus livros, radicalmente anticapitalistas.
      Até que fiquei bem tranquilo com a inauguração. Aprendi que nada sai como  se quer. É lei! Então, consegui me controlar suficientemente, dentro de uma data tão importante, tanto pra mim, como pra Nino, que trabalha comigo. Estamos em paz e confiantes. Sei que tudo leva tempo pra deslanchar. Estamos apostando na qualidade do que oferecemos. Desde o ambiente, passando pela música, a poesia exposta e os melhores produtos que encontramos.
      O trailer é novinho, vindo da fábrica em Sampa. Cadeiras e mesas novas de marca boa. Decoração, milimetricamente planejada. O principal: estamos a fim de atender e trabalhar legal. Na medida do possível, artesanalmente. Estamos visando a satisfação plena do cliente. A cidade não oferecia uma opção de sanduíches Beirutes. Exatamente, o que fiz muito, em Paraty, na Pousada Morro do Forte, onde trabalhava como recepcionista e barman... Adorava fazê-los. Caprichava. Vibrava com a reação dos hóspedes. É isso que quero proporcionar aqui. Só que com preços bem mais acessíveis, dos que os praticado pela pousada, na época (2004 e 2005). Nunca fui a favor de preços exorbitantes, ou explorações, em geral. Também, não pretendo enriquecer com a Lancheria. Como já afirmei antes, quero apenas, me manter em dignidade e publicando meus livros. É o que me basta. 
      A iluminação ficou show! As lâmpadas led enroladas nos troncos das árvores, deram um toque de fantasia, de enlevo, de magia, ao lugar. Exatamente como sempre solicita a poesia!



      No final do dia houve um movimentinho classe A. Pude conversar com as pessoas. Todos notaram e gostaram da qualidade e da fartura!!! Uhu!!! Bola na cesta de 3 pontos, logo de cara, no primeiro dia. Fiquei emocionadíssimo, como era de se esperar. Nino também. 
      Para concluir, vindo à Bahia, não deixe de conhecer Itacaré (desde que goste de natureza). Chegando a Itacaré, estou no primeiro quarteirão, do lado esquerdo: Lancheria Claudio Poeta - Delícias - MPB - Poesia - Alto da Boa Vista 310. Delivery: 73-98167047. Aguardo a todos! - Abraçaço





Música linda:
http://www.youtube.com/watch?v=RcFJiq8yrKk

domingo, 19 de maio de 2013

Enamorado




Finalmente!
Um momento,
Um tempo
De paixão
Entre a vida e eu.
Um encontro, uma fusão,
Entre nós, aconteceu.
Aceitamo-nos, quase que integralmente.
O atrito que restou
É necessário para administrar
A força que despontou.

... Sempre na direção de gostar!
Apostando neste sol que começa a raiar...

Bom demais, sentir-me enamorado,
Ao invés de abandonado.

Suavizar a lente com que se enxerga o mundo,
Altera tudo, positivamente, no que pode haver,
No que pode existir,
No que se possa conceber
De mais profundo.
É uma espécie de colorir,
De vivificar!
Muito provavelmente, encomendado pelo suspirar
Mais autêntico, mais comovente.
Capaz de arrebatar a toda a gente.
Capaz de nos devolver
Ao nosso próprio incandescer,
Do qual nos afastamos, por estarmos distraídos,
Por estarmos, inconvenientemente adormecidos.

Há muita responsabilidade,
Implícita na liberdade!




Vídeo lindo:
http://www.youtube.com/watch?v=dN6VWjQ_HD4




Para adquirir meus livros, direto comigo:
cbs263000@hotmail.com






sexta-feira, 17 de maio de 2013

Que Presente!!!

     





       Testei meus lanches, hoje! Estava louco pra apresentar os Beirutes que criei para meus amigos, que me ajudaram de alguma forma a montar minha Lancheria! Deixei-os todos quase loucos, por saber, exatamente, detalhadamente, o que queria. Enfim, os Beirutes Líricos foram um sucesso retumbante. Teve até cena de três meninos avançando sobre um beirute de salame com muçarela (com ç, sim. Dúvidas, consulte o google)!!! Foi uma risada geral. Bom demais! 
      O espaço ficou muuuuuuuuuito legal! Bem diferente! Sendo meu, não poderia ser de outra forma. Nem quando quero, consigo ser comum. Com certeza, foi o jeito que encontrei pra sobreviver. Os banners dos livros, ficaram chocantes!!! Na verdade, gosto demais de todas as capas de meus livros. Foi com elas que mandei fazer os banners. Aquelas imagens! Fixei-as nas árvores em frente ao trailer, junto com fitas de lâmpadas led. 
      De tanto apanhar aprendi, mais ou menos, a escutar, a prestar atenção aos sinais que a vida, que meu corpo emocional, emitem para me orientar. Senti claramente, um prazer enorme em fazer os beirutes. Então, estou confiante. Até porque não ambiciono muita coisa. Apenas, o necessário pra me manter em dignidade, publicando meus livros. Experiência máxima de minha conturbadíssima existência. 
      A população local desconhece o sanduíche Beirute ( feito com pão sírio). O menino que faz o pão, o padeiro Rogério: arrasa. Faz no tamanho exato que eu tinha imaginado, que tinha sonhado pras minhas criações. Detalhe: os beirutes, por serem líricos, criados por um poeta, têm nomes de poetas, que me fizeram poeta: Castro Alves, Vinícius de Moraes, Fernando Pessoa, Clarice Lispector, Ferreira Gullar, Mário Quintana! Meus muito mais que amados: mestres! Um time e tanto, hein?! Sorte, a minha! Com uma base dessas, passando a morar no litoral... Depois, no mar que escolhi, fica fácil captar versos. Pra onde que que olhe, nesse lugar, pela natureza, exuberantemente abençoado, vejo poesia. Parece que ela vem ao meu encontro. Não sei. Só sei, que é só assim que admito viver. 
      Por isso, criei um clima poético pra minha Lancheria. Tinha que trazer a poesia comigo. Caso contrário, não conseguiria tocar o projeto. Projeto este que estou gostando muito. Estou me sentindo muito bem, em tê-lo materializado. Ainda que, em condições heróicas!!! A iauguração será na terça: dia 21! Então postarei as fotos.



Vídeo lindo:
http://www.youtube.com/watch?v=zGF-3K-u9HU




Salve, Salve, Salve Itacaré Amada! Muito Obrigado, Bahia!








Trinta meses em solo itacareense!
Livre de todas as antigas e enferrujadas correntes.
Completamente solto,
E, mais que nunca, louco.
Arremesso-me ao ar,
Com aquela certeza de ser abraçado,
Ou, integrado,
Ao celestial suspirar.

Desvinculei-me do tempo.
É espacial, meu alinhamento.
Não mais estou.
Apenas, sou!
Sou o que pulsa,
Clamando por altura,
A qualquer preço,
Para validar o próprio enredo.

Nunca aprendi tanto.
Nunca caminhei tanto,
Em minha senda,
Com ares de lenda!
O desapego vem ganhando seu lugar
Em meu respirar.
Preciso de nada,
A não ser, de companhias encantadas.

Estou abrindo os braços,
Oferecendo-os ao espaço,
Com toda a intensidade
E sinceridade
Que me são peculiares.
Movem-me impulsos estelares.
Somente obedeço
E incandesço!

Muito pouco, quero para mim.
A inteção é a de divulgar,
De espalhar
As propriedades insubstituíveis de um Sim!
... Quando dito, na direção certa,
Indicada pela interior seta.
Vivencio diariamente um mundo mais bonito,
Com algum lírico sentido!





Música linda:
http://www.youtube.com/watch?v=RjJMctWmCS8






quinta-feira, 16 de maio de 2013

Assustador, Sim!






Está havendo uma desatenção para com o Amor.
Esta é a razão única de todo este terror!
Repito: estamos todos tão carentes,
Atados à invisíveis e cruéis correntes,
Formatadas pela nossa covardia
Em embarcar nesta "Ardentia",
Que é a afeição
Em ebulição.

... Ali, onde tudo encontra sentido.
O verdadeiro juízo.
Aquele, sem contraindicações...
... Sem miseráveis contrações!
Aquele que nos proporciona,
Que nos direciona
Ao topo
De nosso morro.

É assustador, sim!
Já tive medo, sim!

Já hesitei
E me arrebentei.
Arrependi-me em prantos,
Que causaram consideráveis espantos!
Várias vezes, morri em vida.
O que me fez, progressivamente,
Inevitavelmente,
Me apaixonar pela subida!

É aqui, na intensidade dos sentimentos
Que se justificam tão exasperados,
Tão incrivelmente orientados,
Mas, acima de tudo: melodiosos, batimentos!
Tão inspiradores,
Quanto transgressores!
... Uma força inexplorada,
Em prol da veia encantada!



Vídeo necessário:






terça-feira, 14 de maio de 2013

Hum !!!







Delícia: um beijo no pescoço,
Durante um abraço,
É capaz de causar considerável alvoroço.
Capaz de eliminar qualquer inchaço!

Tudo tão surpreendente,
Quanto envolvente.
O poder milagroso de um carinho,
Capaz de alterar o curso de um destino.
Estamos todos tão travados,
Em nossa preciosa afetividade,
Que, quando somos abençoados,
Com alguma receptividade,
Derretemo-nos todos,
Feito meninos bobos...

Você invadiu minha vida.
Tentei, apenas, devolver,
Apresentando-lhe alguns pontos de vista,
Que acreditei poderem lhe ser úteis.
Não daria para prever, que iríamos nos envolver,
Com tanta sinceridade,
Com tão expressiva amizade.
Já há indícios de cumplicidade,
Como sempre recomenda a eternidade.

Não posso precisar onde chegaremos...
Sei que nenhum dos dois está no mesmo lugar.
Imaginar-me em você, obriga-me a poetar!
... É certo que amanheceremos!



Música linda
http://www.youtube.com/watch?v=nVG1ET3UZE0




segunda-feira, 13 de maio de 2013

Data Fantasia !!!




     Aproveitemos pois, a data fantasia da "libertação dos escravos", para nos libertarmos de nossos pesos desnecessários, tais como: preconceitos, medos, bloqueios, falsos moralismos, ganâncias, maldades, ódios, inseguranças... Tudo que nos prenda ao solo. Tudo que nos diminua. Tudo que nos humilha e nos obriga a rastejar, miseravelmente, atrás de alguns trocados, seguindo a bíblia do "vale tudo por dinheiro". Usemos a matéria para o aprimoramento da alma e, não, a alma a serviço da matéria. Desviremo-nos de nossos avessos.
      Tudo tem que ter um início. Creio que, diante do quadro mundial atual, já não haja mais qualquer dúvida que pegamos o caminho errado. Estou completamente convicto, que a VIDA não é isto que aí está. O que vivemos, como afirmo sempre, é uma distorção dramática da ilusão. Metemos os pés pelas mãos, achando que iríamos encurtar caminho. Acabamos nos perdendo, mas não temos ainda, desafortunadamente, maturidade para admitirmos e, imediatamente, pararmos e nos virarmos à luminosidade, que nos aguarda com seus braços maternos calorosos.
      Em nosso país, principalmente, o que detecto é uma desonestidade crônica, de todos os lados. Não é só, infelizmente, deste desastroso governo federal. É com o coração estraçalhado que reafirmo estarmos sob forte epidemia de desonestidade. Há brasileiros passando a perna em brasileiros em todas as classes sociais, em todos os setores, embora, todos se proclamem "HONESTOS". O troco errado da cerveja foi porque o cara bebeu demais... Os três tomates que escorregaram pra cesta da dona de casa, acidentalmente (praticamente pularam), foi porque o preço estava um absurdo. O produto que vem com a pesagem alterada, foi um acidente. Assim também, como o foram todos os combustíveis e todos os leites e sucos adulterados... 
      Tenho a impressão que o Ministério do Trabalho, ignora a Bahia! Só pode ser! A distância entre patrão e empregado, é quase a da escravatura. A esmagadora maioria da população é explorada, como se fosse uma nova colonização. Só que agora com as vestimentas do século XXI. Os "direitos" aqui, são pela metade. E, agradeça ao senhor, por ter um emprego. Ainda que só tenha folga a cada duas semanas... Ainda que receba apenas os 10% - ao invés de o salário, mais os 10%, como é no sudeste.
      Urge que nos desvinculemos da infeliz lei de gerson!!! Já era! Deu no que aí está e que não pode continuar. Temos que nos dar às mãos, todos. Muito em breve, precisaremos, literalmente, de todos! A coisa só vai piorar. A miséria avança furiosa!!! Repito: nada poderá continuar como está. A multidão terá que acordar e deportar tooooooooooooooooooodos os seus "governantes" com seus egos desgovernados! O Brasil é nosso. Não é deles. Somos maioria absoluta, desde que tomemos vergonha na cara e paremos de sacanear com nossos próprios irmãos.





Música linda:
http://www.youtube.com/watch?v=rXICuWrfI7Q




Para adquirir meu último livro direto comigo:
cbs263000@hotmail.com





sábado, 11 de maio de 2013

Em Comparação ao Passado...












      Ah! É bom demais ter quase cinquenta e quatro anos... Eita! Se eu soubesse o que sei hoje... Não que saiba muito, mas, em comparação ao passado: Misericórdia! Quero, aqui, mais uma vez, afirmar ter sido um verdadeiro milagre, uma arrebatada "Ousadia", ter sobrevivido, sabendo tão pouco... E, o pior, com uma tonelada de informações ilusórias, improcedentes. Fico imaginando que devo ter sido motivo de gargalhadas e sustos, em muitas ocasiões... Sei, que alguns poderão dizer que foi por arrogância. Não foi. Foi ingenuidade condensada! 
      Enfim, ainda bem que passou. Ainda bem que encontrei meu leão interior e todo sua irradiação yang. Nossa, fui yin demais... Fragilzinho demais... Consequência: tornei-me um ícone em ser passado pra trás, por todos os lados, por todos os ângulos, em todos os sentidos! Chega! Basta! Não quero mais! Nunca mais voltarei a ser yin! Digo: com predominância yin. 
      É sincera a "Ousadia" que me trouxe à maturidade. Sinto-me, realmente, forte, poderoso. Pleno, a ponto de defender tooooooooodos os meus direitos. Não aceito mais "meia-boca". Ou está, ou não está. Ou, é, ou, não é. Ou, quer, ou não quer. Chega de enganação, sempre por causa de alguns trocados. Assassinei a puta dentro de mim!!! Também, não aceito mais esmola, travestida de caridade, vinda de quem me detesta. 

Encandeço em lirismo
Por sobre esse abismo,
Desncessário,
Arbitrário,
Que fizemos do mundo.
Equívoco medonho e profundo.

Terra alguma, me pertence.
A poesia me transcende...
Habito o ar,
Variando entre quase sufocar
E suspirar...
Manifesto-me, apenas, para clarear!

Existo tão intensamente,
Quanto delicadamente.
Movido pelo Amor
Sou capaz, de encarar,
De enfrentar,
De desmascarar,
De exterminar,
Com qualquer terror!

Os principais limites, superei-os todos.
Entreguei-me como um louco,
Ao exercício 
De meu ofício,
Que me quis alto e claro.
Escancarado e casto...!
Disponibilizar-me ao sideral,
Tornou-me visceral!

      Deu-me coragem para interceder por meus irmãos. Já estive no lugar deles. Sei, exatamente, o que pensam. O que os motiva, enganosamente, perigosamente. Tento, a um só tempo: acordá-los e incomodá-los, para que se mexam e redefinam suas escolhas, suas estradas, seus métodos! Uma faxina geral, literalmente falando. Como tudo está interligado, quando começarem a jogar fora, não poderão parar, até se limparem. Até desbloquearem sua sensibilidade, confinada aos porões de suas patéticas personalidades.




Vídeo necessário:
http://www.youtube.com/watch?v=slW78hufO0Q





quinta-feira, 9 de maio de 2013

Ovação Calorosa






      Ainda tenho que trabalhar a paciência. Estou em tolerância zero! Também pudera! Por todos os lados, o que mais se vê, o que impera é a nefasta ignorância com sua brutalidade congênita! Muita coisa errada, demais, ao mesmo tempo! Tenho a impressão que nunca houve tão pouca certeza. Digo, certeza fundamentada. Tem bastante gente batendo no peito, mas sabendo que está enganando... Ou, ao menos, suspeitando! Informação demais, sem garantias. Haja intuição, haja discernimento, para diferenciar a verborragia da verdade.
      Como me incomodo, de verdade, na pele, com a dor alheia, impossível estar sereno e radiante nos tempos atuais. Revolto-me. Sofro. Preocupo-me, em um nível surpreendente. Minhas horas são para tentar sempre, descobrir jeitos, métodos, sistemas, versos, que toquem meus iguais, exatamente onde precisam, onde lhes possa ser útil neste momento.
      Acredito que muita gente queira acordar, mas não está encontrando a porta de saída da ilusão. Meu trabalho é acenar com possibilidades. Não posso me esquecer que haverá uma natural resistência... Tenho que respeitar os alheios tempos, ao mesmo tempo em que tento facilitar um pouquinho esta preciosa passagem. 
      Vou tentando compartilhar o que vou descobrindo por esta minha senda, generosamente lírica. Meu sonho é ver a multidão individualizada, acordada. Respondendo por seus atos, conscientemente, e não, teleguiadamente como agora. O atual quadro é muito triste, de tão feio... De tão sem sentido. Um pesadelo que precisa ser despertado. Se tinha alguma função, o que duvido, já cumpriu. Já deu seu tempo. Perdeu completamente a graça (que, pra mim, nunca teve). Abomino todos os tipos de violência, adotados irresponsavelmente, por esta nossa atualidade. Desprezo não só todas as atuais setas, como, principalmente, e, radicalmente, as metas. 
      Estamos vivendo um equívoco. Eis a razão única de tanto sofrimento. Tanta poluição mental, visual, sexual, espiritual, auditiva, sensitiva... Eita! Só mesmo nos voltando de corpo e alma para a natureza:

Três vivas à Floresta Atlântica!

Uma ovação calorosa ao mar da Bahia!!!!




Vídeo Maravilhoso:
http://www.youtube.com/watch?v=AMRuU-82x2s



Dia das Mães? Lirismo
Meus livros direto comigo:
cbs263000@hotmail.com