quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Seja Muitíssimo Bem-Vindo!!!!





Valeu!
Repito, tudo, tudo, tudo valeu!
Todas as aberrações,
Travestidas de situações...
Todas as enganações,
As traições,
Duramente engolidas...
Valeu por ter sido homem de enfrentar,
De, frontalmente, encarar
Minha subida!

Ainda bem que arrisquei tudo,
Para construir o meu mundo.
Todo ele em dignidade,
Em profunda e antológica amizade!
Senhor! O que seria de mim, sem meus amigos,
Meus alados
Dourados,
Encantados,
Arretados,
ABRIGOS!

Com vocês, tudo fica gostoso.
É fácil manter o sorriso no rosto!
Desculpem todas as faltas,
Tantas falhas...
Sei que não é desculpa, mas vocês sabem,
Que sou um vulcão,
Em franca erupção.
Já nem sei mais as dimensões que me cabem...
Só sei que o perceber
Está canalizando direto o escrever.

Foco em tudo que puder facilitar,
O alheio caminhar.
Alegrar ou, construtivamente, emocionar!
Proporcionar o suspirar,
O sorrir,
O confiar!
Trazer de volta não só a esperança,
Mas a crença,
Em um final bem bonito pra nossa sentença.
Minha história é a comprovação.
É a mais completa constatação,
Dos poderes das “Sementes de Bonança”!







Esse texto é uma homenagem à chegada
De meu filho – na verdade – o primeiro –
Parto atrasado – complicadíssimo –
“Vida Alta”
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com






Vídeo que inspirou o último texto, aliás boa parte, do livro "Vida Alta"
http://www.youtube.com/watch?v=UjwPdxw0Yj8&feature=related



Vitória Merecida




Meu Deus, tanto Amor desperdiçado!
Tanto talento, manipulado!
Tanto rio sendo desviado...
Tanto peito sendo destratado,
Ignorado,
Violentado!

Até quando?
O que mais terá que acontecer,
Pra humanidade perceber
O óbvio,
Por detrás do ópio?
O que será que está esperando,
Para depor tooooooooodas as suas armas,
Suas ilegítimas máscaras?

Se fosse algo supranatural,
Sobrenatural...
Seria mais fácil aceitar
A insistência em empacar!
Em não se entregar,
Ao que, dentro de cada um,
Um a um,
Não se cansa de esperar...

Sabe que um dia vai raiar,
Vai rebentar dos corações,
Atravessando dimensões,
Em uma explosão
De afeição,
Nunca vista...
A suprema conquista!
Todas as mãos entrelaçadas,
Saudando, efusivamente a alvorada!

O reconhecimento da vastidão,
Por trás da ilusão!

Vitória merecida
Da essência da Vida!













Vídeo histórico
Gal Costa
"Pérola Negra"
http://www.youtube.com/watch?v=HPf4yUtxl_4&feature=related





Dentro de uma semana - finalmente - depois de todas as possíveis
e imagináveis intempéries, estarei recebendo meu livro "Vida Alta"
Para adquirí-lo ou ao "Ardentia"
Direto comigo - cbs263000@hotmail.com







terça-feira, 29 de novembro de 2011

Viver em Carinho






Tenho uma facilidade enorme, para fazer ninho.
Deve ser, porque só sei viver em carinho.
Detesto agressividade,
Abomino violência,
Em todas as suas estampas horríveis.
Gosto mesmo é da afetuosa cadência,
Privilégio dos estados mais sensíveis.
Quase inaudíveis,
De tão possíveis!
Prefiro as marés altas da afetividade...


Estou seguro que a harmonia
É a mais adequada condutora de um dia.
Os estados negativos,
Agressivos,
Encolhem a aura,
Enrugam a palma!
São pequenos...
Inúteis desassossegos!
Desgastes desnecessários
Que atrasam o itinerário.


Preservar a tranquilidade,
Dentro do bom senso,
Abre espaço
Para a inevitável expansão do abraço
Que nos espera,
Obrigatoriamente,
Indiscriminadamente,
Na próxima primavera.
A história já nos mostrou nossos enganos,
Em todos os níveis e planos.


Somos seres afetivos,
Isso é definitivo,
Pessoal e intransferível,
Além, de ser, absolutamente, incrível!








Parabéns Marco Aurélio Vieira








Video indicado
"Poeta Aprendiz"
Adriana Partimpim
http://www.youtube.com/watch?v=OZ6H7PNYmnM&feature=related



Para adquirir meu primeiro livro "Ardentia"
Direto comigo - cbs263000@hotmail.com



segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Viva




Sim, já pensei em fugir,
Em sumir!
Já cheguei bem perto,
Mas, acabo sempre atravessando o deserto.

Muitas vezes cheguei esfarrapado,
Praticamente desenganado...
Entretanto, sempre fui resgatado,
Muito bem cuidado,
Pela sensibilidade,
Pela mesma sensibilidade,
Que me fez pensar em desaparecer,
Em ir ter com outro alvorecer.

Uma tarde linda...
Uma manhã ensolarada!
Aquela noite enluarada...
Tropical serenata!
Uma união.
A paixão!
Uma adesão.
Cantar, escrever...
Uma nova percepção.
Um novo texto,
Validando todo o contexto
Em visceral harmonia,
Proporcionando a poesia!
Escrever, cantar...
Maresia...
Mar da Bahia!

Há tanto,
Em cada canto...
Tanta afeição
Buscando expressão...
Querendo ser percebida,
Plenamente interpretada,
Sentida,
Assimilada!
Basta deslocar o gasto foco,
A mente viciada,
Da bandeira sitiada,
Que aparece um aconchegante colo,
Oferecido pelo mais seguro abrigo:
O infinito!




Para minhas amigas:
Condessa Adaljiza Cuan
E
Wenna Dáfne



Viva:
http://www.youtube.com/watch?v=4fFNesWEY4U



Para adquirir meu primeiro livro "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com


domingo, 27 de novembro de 2011

Vividamente




Sonho tanto!
Tão vividamente!
O sonho pacifica a mente,
Afasta o pranto...

Velejo pelas lindas aragens da afetividade,
Buscando sempre sua mais alta polaridade.
O gostar primário,
Involuntário!
Instantâneo.
Ousadamente espontâneo.

Gente se abraçando,
Sol raiando...
Maré subindo
A multidão sorrindo,
Embevecida,
Por ter sido, finalmente, convencida,
Das propriedades vantajosas de se entregar,
À inconfundível arte de amar!

Visualizo uma harmonia efusiva,
Positivamente construtiva,
Edificante,
Pois sabe ser o fator mais relevante.
Claro, toda musical...
Com um ritmo sensacional,
Inspirado nas grandes folias celestiais,
Promovidas pelas hostes angelicais!

Sonho com uma alegria
Fortemente fundeada
Na mais tenra poesia...
Inabalável!
Inigualável!
Por aromas encantados, ladeada!
Uma celebração
Onde caibam toooodos os irmãos!

Indiscriminadamente,
Animadamente,
Como tem que ser!
Como haverá de ser...
Vitória absoluta,
Da luminosidade da altura!
Confraternização interdimensional,
Colorindo o espaço sideral!









Presente para Ivan Rosena






Vídeo lindo
Roberta Sá
"Ah, Se Eu Vou"
http://www.youtube.com/watch?v=iphlfksCKS8&feature=related


Para adquirir meu primeiro livro "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com



sábado, 26 de novembro de 2011

Volte-se




Seja mais!
Seja demais!

Volte-se!
Solte-se!

Largue a máscara, que nunca lhe coube.
Atente para o movimento que o soube...
O arrepio
De ter o vazio
Preenchido,
Com o que há de mais bonito!

Preste atenção
À canção!
É suave
Como o desejo dessa tarde...
Considere a possibilidade
De se apaixonar pela eternidade!

Fantasie, conscientemente!
Seja generoso...
Caloroso!
Dê asas brancas à sua mente...
Povoe o imaginário,
Com um desenho igualitário!

Capriche nas alegorias...
Destrua suas inúteis abadias!
Abdique voluntariamente das valentias...
Dê preferência às “Ardentias”!
Ofereça criatividade
À sua sensibilidade!

Eleve suas vibrações,
Às mais claras emanações.
Relaxe...
Permita, que o natural encaixe.
Dance!
Cante!

Rejeite a opressão.
O momento é de libertação,
Sinta-se amparado,
Pelo que há de mais sagrado.
Esteja sempre pronto para oferecer o seu melhor.
Sinta o pulso do Bem Maior...

Queira-se leve,
Celebre!





Vídeo lindo:
http://www.youtube.com/watch?v=66-7wbdmDaE&feature=feedrec_grec_index


Para adquirir meus livros - "Ardentia" e "Vida Alta"
Direto comigo - cbs263000@hotmail.com


sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Dois Anos de Beija-Flor




Há exatos dois anos,
Pelo Skype, por engano,
Conheci meu beija flor preferido.
Dos céus, o mais bonito!


O que aconteceu,
A amizade histórica que floresceu,
Tornou-nos, a ambos, um bocadinho
Melhores...
Mais propícios a carinhos...
Alçando voos maiores.


Lety irrompeu em minha vida,
Exatamente, quando estava insuportável,
De tão instável,
A subida!
Sem ela, não haveria Bahia,
Nem os livros...
Talvez, minha vida estaria
Fora dos trilhos...


O fato é que seu carinho,
Sua confiança,
Sua garra nordestina,
Ajudaram-me a encontrar a bonança
Pelo melhor caminho:
O da poesia!
Nunca nos vimos.
Mas, é muito, o que dividimos.
O que sentimos!
É sim, gigantesco, o afeto que nutrimos.








Nossa flor virtual
Perfuma de forma celestial.
Transborda beleza
Pela sua indubitável,
Invejável,
Pureza!
Aquela que mantém assegurada,
A próxima manhã ensolarada!
Há de ser deslumbrante,
Retumbante,
De tão, incontestavelmente, inclusiva.
...Tão, abusadamente, definitiva.







Vídeo lindo
Zé Renato e Zélia Duncan
http://www.youtube.com/watch?v=2y26ytzo4k4&feature=related



Para adquirir meus livros "Ardentia" e "Vida Alta"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com




Para Arlete Canário






O que há, no fundo, pra se ver,
Pra se viver,
A não ser
O desejo de ter
Realizado,
Materializado,
O poder da afeição
Validando a humana condição.


O ideal de fusão
Com a manifestação,
Qualquer que seja,
Onde quer que se esteja...
Acima do ego,
Transformando a humanidade em elo,
Seu verdadeiro destino,
Inscrito em seu hino.




Permitir-se a mescla,
Com a definitiva primavera,
A mais bela hera
De todas as eras,
Bordada em bem querência,
Resiliência,
Consolidando a fluência,
Dessa artesanal cadência.


Elevar-se à cósmica celebração,
Onde o atrito
Fica restrito
Ao, absolutamente necessário,
Para se ajustar ao itinerário.
Transmutar-se em um gigantesco coração,
Incansavelmente pulsando,
Intencionalmente gostando!


Enlevar-se com a certeza
Da leveza...
Da nobreza,
Da pureza!
Manter-se puro,
Para saborear melhor, o mundo,
Com seus sabores incríveis
De tão, extraordinariamente, sensíveis.






Vídeo indicado:
http://www.youtube.com/watch?v=wdi2iWmIRQY




Para adquirir meus livros "Ardentia" e/ou "Vida Alta"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com




quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Voo Dourado




Que bom que você chegou...
Em meu cais, ancorou
Para alimentar minha fantasia;
Para embelezar a melodia,
Dessa existência,
Em perpétua e incandescente latência!


Cava vez que você me encara,
Com esse misto de timidez
E languidez...
De receio,
E, leito...
Tenho reações físicas, biológicas,
Antológicas!
A flor
Do ardor,
Espontaneamente se escara!


Quanto mais você me respeita,
Mais a intensidade se ajeita...
Aconchega-se...
Acolhe-nos,
Envolve-nos!
Enreda-se ,
Em nossa história,
Instala-se, de pronto, em nossa memória.
Seu corpo aponta para o meu,
Como se já fosse seu!


Sonho mais que lindo...
Infinito!
Cheio de possibilidades,
De oportunidades,
De mútua realização
E comunhão!
De manifestações da mais rara pureza,
De delicadezas...
De compartilhar sorrisos
E apaixonados brilhos!


Lá vou eu, de novo,
Em dourado voo!




Dedico a paixão desse trabalho
à primeira pessoa que me chamou de poeta...
Márcia Casagrande



Esse texto foi escrito ao som de
Leoni
“Só Pro Meu Prazer” - Vídeo reincidente, inevitavelmente!
Suspirem:
http://www.youtube.com/watch?v=ZR_rlirhCkI



Queridíssimos amigos, é com lágrimas nos olhos
que lhes anuncio:
15 dias pra chegada de "Vida Alta" 
Haja coração!
Direto comigo - cbs263000@hotmail.com





quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Vontade do Mundo




Ah! Pense bem!
O mundo merece os seus melhores impulsos,
Os mais profundos,
Mais sinceros!
Aqueles que sustentam a intenção
De seu império!
O esteio do mistério,
Que transpassa o critério
Da vastidão!
Da imaginação, o que está além...

O mundo quer os seus melhores desacatos,
Justos atos!
Ações firmes,
Sem dedos em riste!
Determinação,
Servindo a evolução!
Bom senso,
Dirigindo o temperamento!
Longe dos fúteis caprichos,
Dos inúteis rabiscos,

Com pretensões a registros...
...Tão esquisitos!

O mundo suplica que você se encontre
E desponte!
Que você se conscientize
De toda essa magnificência,
De toda essa excelência,
E brilhe!
Cintile
E se inspire
A ponto de oferecer a mão,
Ao seu irmão!

O mundo sonha que você se desdobre.
Retire de si o pano que o encobre.
Quer a sua nudez!
Um momento de mudez...
Para que você perceba o deslumbre,
Por trás do tapume
Da materialidade,
Com sua frágil superficialidade.
O mundo sonha com você se transformando em ardor...
Em chama do Universal Amor!









Vídeo lindo
Zélia Duncan e Zé Renato
"Chiclete com Banana"
http://www.youtube.com/watch?v=zaK3pp_cgZs&feature=feedrec_grec_index



Atenção: quem não recebeu o código dos correios
entre em contato comigo.


terça-feira, 22 de novembro de 2011

Zelar







É importante zelar pelas pétalas de sua afeição...
Desobrigá-las
De inúteis mágoas.
A vida exige a fluidez da água
E a segurança da taboa.
Esqueça a ideia de que a vida quer testá-lo...
Ela quer apoiá-lo,
Aprová-lo...
Ao seu mais alto, alçá-lo!
Ela conta com sua participação,
Dentro do processo evolutivo.
Em definitivo.

 




Para tanto,
É preciso estancar o desgastante pranto...
É necessário vigiar cada passo,
A conveniência da extensão de seu abraço
Cada resposta ao seu gostar...
Você tem que sentir vontade de voar
Nunca rastejar...
Humilhar,
Sacrificar!
O amor,
Refiro-me ao Amor
Só quer acalentar,
Amparar,
Compartilhar
Entregar...
Quer ver o ser amado
Pleno,
Sereno,
Por estar realizado!

Mas, sem anulações,
Manipulações chantagistas,
Bondades egoístas...
Ou outras ridículas autossugestões ...

Tem que ser de verdade:
Total cumplicidade!





Esse vídeo é um presente 
Para todos os leitores, para todos os amigos,
Inclusive, para os que acabaram aqui, por acidente...
Luciana Mello e Vander Lee 
"Onde Deus Possa me Ouvir"
http://www.youtube.com/watch?v=W_g6S0ALKSQ&feature=related



Continuo mandando hoje os exemplares de "Ardentia"
Aguardem o código dos correios por e-mail
Obrigado pela paciência!
Boa Viagem!!!! Uhu!!!


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Voltar a Confiar





Sinto que as pessoas estão cada vez mais escondidas em seus castelos,
Com seus sistemas eletrônicos de segurança, em nada singelos...

Por quererem se preservar,
Deixam de arriscar.
A desconfiança permeia a tudo.
É a grade do mundo.
A entrega, quando existe, é parcial,
Circunstancial ou ocasional...
Sempre visando algum lucro,
Ou, para cobrir algum indiscreto furo...

O que se expõe em sociedade,
É uma amalgama da personalidade,
Uma composição
Que se adéqua a cada ocasião.
Uma exigência massacrante,
De um capitalismo sufocante.

O medo apoderou-se do próximo instante.
Escondeu-se tudo que é relevante.
Os melhores sentimentos estão guardados,
Em compartimentos segurados.
Não se acredita mais no próximo,
Um dos principais princípios cósmicos!
Na dúvida, permanecemos em nosso canto,
Tentando evitar a possibilidade do desencanto.

Entendo essa postura,
Mas, ela não consta da nossa partitura.
Precisamos todos, uns dos outros.
Precisamos suavizar nossos rostos.
Nada conseguiremos isoladamente.
Não chegaremos a lugar algum, individualmente.

Precisamos reaprender a coragem.
Lembremos que estamos só de passagem.
Que ela seja repleta de afeição,
Livre da insuportável aflição,
De nos sentirmos por tudo e por todos ameaçados.
Melhor que sigamos sinceramente irmanados.
Reconheçamos o princípio que ninguém
É melhor que ninguém...

O hábito de manipular
Tem que se erradicar,
Para que a confiança possa voltar,
Facilitando nosso caminhar.
É muito melhor seguir abraçado,
Do que, covardemente, armado.

O afeto que despertamos,
Que cultivamos,
Em nossa alma, eterniza-se.
No infinito, cristaliza-se!









Presente atrasado para minha amiga
Excelente poetisa Zaretliteratura




Vídeo indicado
Legião Urbana
"Tempo Perdido"
http://www.youtube.com/watch?v=ee6rDLESe1c&feature=related




Chegou a nova tiragem de "Ardentia"
Começo a enviar hoje. 
Mandarei o código de postagem 
Até quarta, mando todos.
Obrigado por esperarem.
Boa Leitura!!!













domingo, 20 de novembro de 2011

Escarlate II




“Piano Amado”, honestamente,
Você me atravessa
Tanto quanto eu a você.
Ficamos meio perdidos, a mercê...
Não há o que impeça
Essa atração
Inacreditavelmente eloquente,
De dominar nossa situação.
Juntar as paralelas,
Pintar de azul nossas janelas...


O caminho que esse desejo já percorreu,
Os montes que escalou,
Os poços que perfurou...
A insegurança que corroeu!
A vitória dele está assegurada,
Pela noite mais estrelada...
Mais harmoniosa.
...Um bocadinho dengosa!
Do tipo que é impossível não suspirar...
Não se entregar ao prazer simples de sonhar!


Percebi, nitidamente, seu coração disparar
Quando teve nas mãos meu livro...
Vi orgulho, um intenso brilho
Em seu olhar...
Uma emoção a transbordar
A nos inundar...
Aquele momento perfeito, súbito
De paladar único,
Por ser espontâneo,
Instinto subcutâneo.


Como é bom, quando nos unimos,
Quando nos fundimos,
Em invejável comunhão,
De altíssima irradiação!
Seja em poesia
Ou em sorrisos,
Aquela “Ardentia”
Com seu colorido
Apaixonado,
Escancaradamente estrelado.







Música complementar:
http://www.youtube.com/watch?v=rq1OSM9zm18



02 dias para nova tiragem de "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com





sábado, 19 de novembro de 2011

Escarlate






Incrível, você voltou!
Já foi entrando com o carro,
Como se fôssemos mesmo,
Um fato consumado...
Como se pertencêssemos ao enredo
Um do outro...
Muito do pouco!
Dessa vez, meu coração se comportou...
Houve o ensaio do Olodum com a Timbalada,
Como era de se esperar,
Mas foi baixinho,
Discretinho...
Consegui disfarçar...
Que delícia, a nossa levada!

Negue que é bom estarmos juntos!
Bem pertinho,
Holisticamente entrelaçados, unidos!
Imersos em sutis carinhos...
Bebendo cada palavra,
Com o ventre em brasa...
A pele saltando...
A boca secando!
Champanhe, bolo de chocolate,
Energia escarlate...
Mas, como está quente essa noite...
Isso não é um desejo, é um acoite.
Francamente, “piano amado”,
Estamos bem enroscados...

Escrever a dedicatória no livro,
Foi mais difícil do que criar o livro...
Tinha que ser direto.
Dirigir-me ao ponto certo:
“Que essa leitura, possa fazer você voar,
Rumo ao topo de seu sol a raiar!
Quero que você se faça feliz.”
Sempre quis!
O tempo está lhe provando que é comigo,
O seu destino.
Sou seu melhor abrigo,
Seu único amigo!

A poesia de seus signos!






Esse texto foi escrito ao som da canção abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=DCpiWfHhnlg&ob=av2e


Vitorioso



O fundamental é derrubar os muros da invisível prisão.
Essa sim, de segurança máxima! Inviolável,
De tão inaceitável!
Erguida de fora para dentro,
Imposto movimento!
Devastação...
Mental ocupação
Para garantir a ilusão!

A única saída viável é a adoção imediata do bom senso!
Colocá-lo em prioridade,
Além de obrigatoriedade.
Precisamos analisar friamente,
Minuciosamente,
Imparcialmente, o nosso argumento,
Nosso comportamento,
E, principalmente, nosso condicionamento!

Precisamos questionar tudo,
Que está, atualmente, em vigor no mundo:
Todas as instituições,
Todas as convenções!
Todas as intenções,
E as repetitivas
E nada criativas
Soluções!

Devemos perceber que estamos andando em círculos,
Impondo-nos um sofrimento ridículo...
Destrutivo,
Estupidamente autopunitivo!
Devemos sim, ir contra a multidão.
Ela assusta, mas é só encenação.
Está completamente perdida.
Só lhe resta a subida...

Não há de resistir muito.
Está bem próxima do fundo...
Não vai querer desaparecer.
Terá que ceder!
Há de acordar,
A tempo de ver o próximo sol raiar...
Esplêndido, vitorioso,
Delicioso!






Quero agradecer em público a parceria com youtube.
Aconteceu de novo. Abri pra procurar uma canção
sem qualquer noção... Lá estava como sugestão
A música certa.
Essa de hoje, sugiro que n cantem junto.
Ouçam o que ela diz,
como ela diz...


Solte o vozeirão, Elis:
http://www.youtube.com/watch?v=UA10_o18LMI&feature=feedf



03 dias para nova tiragem de "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Violão


Um violão bem tocado,
Deixa-me arrepiado.



Suas possibilidades de harmonia,
Enriquecem qualquer melodia.
Gosto quando um dueto com a voz, acontece...
Meus sentidos arrefecem.

Sou arremessado para uma percepção,
Onde tudo é exclamação!
Domínio do sensorial,
Multidimensional!
Um outro estado de ser,
Fonte do mais apurado perceber.

Espaço dos altos sentimentos,
Dos cósmicos elementos!
Ali, despido do tempo,
Entrego-me ao momento...
Levado pelo ritmo,
Aporto em outros signos,
Forjados em afeição,
Pela generosidade da imensidão.

Através da mão que dedilha,
Escapo da ilha,
Espalho-me no firmamento,
Como um reconhecimento...
Perco a exata noção
Dos limites da dimensão.
Toco em inaudíveis exclamações,
Depuradas em longas estações!
Milagre da percepção,
Ousadia da primeira afirmação!

Acaricia-me os pés, o não-solo da ternura.
Vago feliz por entre as conjecturas.
Motiva-me um sincero agradecimento,
Por presenciar tal alumbramento!
Inexplicável forma de existir,
Por demais eloquente,
Totalmente arguente...
Faz desabrochar um doce sorrir...
Um prazer de estar vivo,
Ativo,
Conhecendo,
Percebendo!

O violão,
Parece que fala direto ao coração,
Em uma explícita intimidade,
Que alimenta a sensibilidade.
Seu som ameniza.
Acolhe,
Colhe...
Encantada brisa,
Que tira todo o cansaço.
Oferece o braço
E convida à união
Com o essencial,
O primordial:
A comunhão.



Vídeo imperdível:



Dentro de 04 dias nova tiragem de "Ardentia"
Pedidos direto comigo: cbs263000@hotmail.com



quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Encerramento da 1ª Festa Lírica de Minha Chegada - "Itacaré, Minha Flor"





Primeiro vídeo desse trabalho:


É esse universo tão eloquente,
Intrometendo-se por entre
Meus sentidos,
O parco juízo...
Esse mundão todo superlativo,
Exige-me poeticamente ativo,
Oitavado,
Permanentemente deslumbrado,
Com essa bem querência,
Sempre em vaidosa evidência!

Vivo em ardor,
Saboreando esse calor!
Bastante emocionado,
Caminho ouvindo essa canção...
Esse apelo apaixonado,
Que quer a todos enredados,
Nas águas claras da afeição:
O ventre encantado
De toda essa holística arte,
Que atravessa essa tarde!

Vontade de beija-flor!
Viver de flor em flor
Semeando acalantos...
Carinhos tantos!
Acordando essências,
Para a necessária consciência,
Que proporciona o acesso
A tudo isso, que pode até parecer excesso,
Mas, não é!
É meu amor por Itacaré!




O chão que me pôs no colo!
O mar de meu solo
Mais bem feito,
Que percussiona
E descongestiona,
Morenamente,
Sensualmente,
Esse peito,
Que parece não ter mais jeito...

Amanheceu
E arrefeceu!



Agradeço a tudo e a todos que contribuíram
com sua presença ou ausência, 
para essa festa acontecer!!!






Edição Extra

                             

São duas da madrugada.
Não quero mais dormir.
A alma está a sorrir...
Profundamente emocionada,
Por estar comemorando
Um ano nessa cidade,
Onde tudo insiste em permanecer me inspirando...
Um ano de inacreditável criatividade.
Nunca foi tão natural escrever...
O ápice de Ser!

Não poderia imaginar como seria,
O que aconteceria...
Como se desenrolaria,
Em que termos se materializaria.
Havia também um belo piano me esperando
Pra desabar na cabeça,
Com certeza...
Mas, como sempre, sigo me reciclando!
Já foi comprovada minha capacidade de resiliência.
É autêntica, a consistência!

Estava certo quando segui meu coração,
Escolhendo um belo lugar, no litoral da Bahia.
 - Soberana de minha “Ardentia” – !
Mas, não estava preparado,
Para ter os dois primeiros livros lançados...
Francamente, é a minha vida,
Em toda a sua jornada de subida,
Que ali está, em versos...
Como sempre digo, todos confessos!
Um sentimento difícil de precisar a dimensão...

...Vivo em rebentação!
Apaixonado pela vastidão...

Habito o ar!

...Improvável, pousar...

Tudo é simples: gostar de gostar!

Existir é Amar!



Presente para minha amiga
Excelente poeta,
A primeira pessoa, em meu primeiro blog
A acreditar em meu trabalho!
Ou seja: a culpa é um pouco dela...!!!

Celêdian Assis



Vídeo em agradecimento
Tente ficar parado... rsrs


05 dias pra chegada de nova tiragem de "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com



quarta-feira, 16 de novembro de 2011

1ª Festa Lírica - Parte 10 - Sementes nos Telhados

                                    


Há dias, em que descendo a ladeira,
A vida me parece uma deliciosa brincadeira,
Do tipo: brejeira...
Prazenteira!

Foco no mar.
Desando a respirar,
A me deixar enlevar!
A suspirar...

A poesia salta à minha frente...
Domina, completamente, a mente!
Percebo, claramente, a maravilha,
Que pode ser a vida,

Quando se gosta do chão,
De todo o coração...
Quando se sente, realmente, bem,
Fica indispensável habitar além...

Bem depois do imaginável.
Uma quadra antes do inominável!
Onde os nós se desfazem sozinhos,
À medida que se canta pelo caminho.

Sim, indispensável cantar!
Tanto quanto gostar...
Enredar-se por todos os chamegos,
Que couberem no enredo.

Sem exceções,
Ou discriminações!
Só inclusões
E altíssimas sensações.

A mais alta adrenalina:
A divina!
Insubstituível,
Holisticamente irresistível!

Depositar sementes nos telhados,
De sentimentos elevados...
Aguar com acalantos,
Muitíssimo bem interpretados.



Para meu Beija-Flor preferido
Lety


Arrase ZD:



Em 06 dias nova tiragem de "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com





terça-feira, 15 de novembro de 2011

1ª Festa Lírica - Parte 09 - Kirimurê



O índio em mim,
Tem esperança, sim!
Conversa com a serra,
Acredita nos poderes incomensuráveis da Terra!
Aprendeu com os passarinhos,
A dar valor a seu ninho.
A escolher a melhor palha,
O afeto que não falha!

O índio em mim canta como quem reza.
Entende, perfeitamente, o que preza.
São sérias as suas crenças.
A cura para a maioria das doenças...
Aprendeu a nadar
Com o ar
E a voar
Com o mar.
Sabe que ambos desenham seu rosto,
Ambos determinam seu gosto!

O índio em mim sabe que tudo está entrelaçado.
Quer o mundo suavizado,
A humanidade assimilando a intenção
Por trás de cada manifestação
Que a natureza possa inventar,
Para se reinventar
E sobreviver aos humanos desmandos.
Sabe como preservar seus acalantos.
O índio em mim ensinou ao homem branco
A secar seu pranto.

Convidou-o a se entregar
À essência magnífica que permeia o ar,
Impunemente,
Apaixonadamente!



Para Narlei



Vídeo complementar:
http://www.youtube.com/watch?v=AluU8ljTHBY&feature=results_video&playnext=1&list=PL70C5E10810CFE52F



Dentro de uma semana - nova tiragem de "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com



segunda-feira, 14 de novembro de 2011

1ª Festa Lírica - Parte 08 - Nudez Holística





O veneno da evolução
É a acomodação.

Tudo é movimento.
Nada está pronto,
Nada é definitivo,
Nem mesmo o infinitivo...
É pra ficar, sim, meio tonto,
Com tanto encantamento,
Tanto refinamento,
Com que voeja o firmamento.

A rotina,
Seja ela qual for,
Até mesmo a de louvor,
Mina!

Permitir-se apenas, dentro do conhecido,
Com seus limites restritos,
É estagnar.
É rastejar,
Quando o natural destino é voar,
Espelhar-se
Espalhar-se
Pelo ar
Impunemente,
Apaixonadamente,

Exibindo uma nudez holística,
Mística,
Absolvida,
Por ter sido, finalmente, compreendida,
Assimilada,
Adotada!
Única opção de realização
Para o coração.
O resto é manipulação
Da ilusão.

O Grande Ventre
Exige o que está por entre.
Faz questão da intensidade,
Só proporcionada pela verdade,
Em seu pleno exercício.
 - Sagrado Ofício! –
A projeção quer se reconhecer.
Quer consciência e clareza,
Para se entender,
Em sua exata grandeza.
Só então poderá arrefecer
E participar desse alvorecer,
Que já começa a aparecer...
E, interceder!




Para meu amigo e poeta
Welinton Magno



Música complementar:


Dentro de 08 dias nova tiragem de "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com








1ª Festa Lírica - Parte 07 - Semeando Confiança




Entendo, perfeitamente, que seja tão difícil confiar...
Pudera! Traímos todos os tratados!
Achincalhamos com as escrituras,
Como se não houvesse a altura...
Tanto enganamos, como somos enganados...
Mas, justamente, para romper com essa cadeia
Indecente,
Indigente,
Precisamos tomar a inciativa de sermos verdadeiros,
Primeiro!
Para ganharmos credibilidade.
Com ela, a amizade...
Então, a confiança
Tem que ser a aliança!
... O sol a raiar!

Comecemos confiando em nós mesmos,
Mas, por favor, sem exageros.
Que se calem os egos,
Para nos entendermos como elos.
Que tenhamos uma ideia mais precisa
De nosso tamanho, nossa dimensão,
Gostaria muito que nos apaixonássemos pela subida...
Que olhássemos para a imensidão
E enxergássemos a grandiosidade
Da eternidade.
Só assim aprenderíamos a respeitá-la.
A reverenciá-la.

Quem sabe, um dia,
Descubramos a incomparável folia

Contida na Harmonia!




Para meu amigo e poeta
Nasser Queiroga


Vídeo complementar:


Dentro de 08 dias nova tiragem de "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com




domingo, 13 de novembro de 2011

1ª Festa Lírica - Parte 06 - Pós-Parto

                                  


Em todas as áreas, venho me surpreendendo,
Com as minhas reações,
As posições...
É literal, o fato de eu estar renascendo.

O sofrimento para chegar à Itacaré foi tamanho,
Que, por nada mais me acanho.
Tive que me esforçar tanto,
Para não me afogar em pranto...

Usei todas as fibras
Todas as dobras
Todas as sobras,
Para resgatar a minha vida.

Nadei contra a maré,
Abusei da fé.
Removi montanhas
Com minha espontaneidade tamanha.

Mergulhei rumo ao meu centro,
Por dentro,
Entreguei-me a poesia
E passei a reescrever minha harmonia!

Agora, em colo baiano,
Começo a descobrir
O que me fez prosseguir.
Entendi o meu subconsciente plano.

Daí a surpresa
Com a mobilidade das certezas...
A maior coerência,
A melhor aderência...

Livre de imaturas inseguranças,
Vou me esmerando nessa dança...
Com seu específico ritmo,
E seus encantados desígnios!

Agradeço ao passado...
...Só sei viver arrebatado!

Não sei até onde é pra eu chegar.
Um novo sol está acabando de raiar...



Outra canção de minha vida
"Galope Razante"
Amelinha


Dentro de 09 dias nova tiragem de "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com