quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Natural Elemento




Sinto o solo começando a se mover.
São as sementes que plantei, querendo aparecer...
Querendo brotar
E encantar.

Pudera!

Tanto tempo adubando o chão,
Com carinho, zelo e paixão...
Não havia como se revelar outro, o resultado.
Uma existência inteira dedicada à emoção,
Ao poder da afeição,
Com seu mantra encantado!

Criado no auge da primavera!

Ao longo do caminho,
Triplicou minha capacidade de carinho.
Qualidade de quem, incompreensivelmente, vive sozinho,
Apesar do sonho permanente, de ter companhia no ninho...
Para cuidar
E se entregar.

Amor sublimado?
Prefiro-o então, indiscriminadamente espalhado...
É o que tento.
É o centro do meu sentimento.
Emitir amor,
Para espantar a dor.

Desejo, ardentemente,
Conscientemente,
Ver minimizado o sofrimento da humanidade,
Sem o repetitivo exercício da calamidade.
Acredito na iluminação interna,
Sem a necessidade da tragédia externa.

Embora sejam inegáveis os sinais,
Todos abismais,
Ainda creio numa reviravolta para essa história.
Talvez, a recuperação de ancestral memória...
Um despertar súbito,
Um processo novo e único.

Essa vaga de vida, da catástrofe, já provou,
Nos mares da insanidade, já naufragou...
Acho improvável, que a Criação
Apele para a repetição...
Aposto numa iniciativa
Menos violenta, mais criativa!

Sei que o planeta precisa se acomodar.
Já está se acomodando.
Claros recados, vem mandando.
É possível, que, a qualquer momento,
A humanidade venha a acordar
E, finalmente, entender o seu natural elemento.






Para Luna Di Primo
Uma incentivadora da sensibilidade...
Única via de acesso possível, à eternidade!




Música indicada:
http://www.youtube.com/watch?v=I40qbHFyRkc


Para adquirir meus livros "Vida Alta" e "Ardentia"
Direto comigo: cbs263000@hotmail.com



2 comentários:

Luna'sCafePoetico - LunaLux disse...

0brigada, poeta... Deus continue a iluminar sua estrada, para que continue a iluminar a de outros...obrigada por esses versos lindos, como sempre... versos de luz e paz... versos universais...bjuuuuuuuuuuuuuuuu

Anônimo disse...

homenagem linda!!colheita merecida...e você existe para encantar, amar, escrever emanando esses sentimentos que dão impulso à vida! és um SER sem igual.minhas reverências...meu carinho e meu beijo. Lety