sábado, 31 de outubro de 2015

Assim Mesmo

tudopore-mail

É minha gente! Tem jeito não.
Algumas coisas vão se deteriorando,
Algumas resistências vão se acabando,
Por absoluto abuso,
Por excesso de uso!
De tanto apanhar,
De tanto ser desdenhado,
Propositalmente aviltado,
Por quem tem pavor de gostar.
O coração estende a mão,
Pedindo ajuda,
À altura.
Começa a desistir
De resistir
Às mazelas físicas.

Segue firme rumo às sensações místicas.
Última parada
Dessa viagem desencantada...!
Todo ferido, machucado,
Depredado.
Ainda assim não cessa de irradiar afeição
Para a mesma multidão,
Que, simplesmente, o ignorou,
Que o renegou,
Como se ele não existisse,
Como se não insistisse...!

Espreme sua melodia,
Para escavar,
Para recuperar,
Alguma Poesia,
Onde possa se espelhar,
Onde possa se espalhar,
Nas águas nítidas de Amar,
Acessíveis  a quem prefere se entregar.



"Rebento substantivo abstrato"


tudopore-mail

















Trabalho nº 2749

Acabando

tudopore-mail

É-me terrivelmente desagradável
Assistir ao esfacelamento
De um relacionamento...
Aquele clima instável,
Sujeito a tempestades 
A qualquer momento.
Aquele festival de pequenas mútuas crueldades...
Quando os envolvidos
Perdem o discernimento,
Por estarem emocionalmente contorcidos.

A fuga da paciência.
O império da intolerância!
A agressividade por entre os dentes.
O teatrinho para os parentes...
A falta de coragem
De abrir à força, a próxima passagem.
A insegurança quanto ao futuro.
O insistente escuro...
O medo de se tornar novamente vulnerável,
Muito embora, nunca se esteve tão vulnerável...!!!

Ficar aguardando a corda se romper,
Sem ter o ímpeto de querer fazer acontecer.

Como em todos os casos, a sinceridade
É a única via para uma futura tranquilidade.




"Esquecer você"



tudopore-mail














Trabalho nº 2748

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Alguma Admiração

tudopore-mail

É fundamental você se suportar.
Não precisa se adorar.
Mas precisa ter alguma admiração...
Precisa se testar em solidão.
Sem os habituais recursos
Que sustentam o seu mundo.
Limpar a sua tela,
Ouvir a sua conversa...

Sozinho!
Você e seu ninho...

Sem ter que interpretar,
Que disfarçar,
Fazendo o que tiver vontade de fazer,
Sem censura,
Nem frescura!
Deixar-se acontecer!

Tem que ser um tempo considerável,
Pra você se testar suportável!
Seja sincero consigo mesmo
E corrija os seus próprios erros.
Os que você perceber.
Aqueles que não dá pra esconder...
Os quesitos mais complicados,
Onde você se sente mais enrolado...
Todos os temos!
Mas, podemos fazer deles nossos remos.

Se você fizer isso, sinceramente,
Será muito mais fácil gostar de toda a gente.




"Mudando de conversa onde foi que ficou aquela velha amizade"




Trabalho nº 2747

Arretada - Dedico este trabalho à minha amiga, Célia Regina Goes



www.mundoagora.com


Realmente, não entendo.
Juro que não compreendo.
Como minha vida consegue ser a um só tempo
Barroca
E louca!
Em ambos os quesitos, plena de aceitáveis argumentos.
É-me um mistério.
Desconheço a fonte de seus critérios.

Não sei como consegue dar tantas voltas,
Sem me dar qualquer folga.
Não há descanso,
Nem remanso...
É perpétua a minha maré cheia.
Deve ser este lirismo que corre em minhas veias...
Este sentir alucinado.
Este gostar desmesurado.
Esta paixão
Pela paixão!
... O arrebatado universo da Poesia,
Com sua imprescindível "Ardentia"!

Só sei lhes dizer
Que é, incontestavelmente percussivo o meu viver.
Aliás, como entendo que deva mesmo ser.
Assim fica mais fácil o processo de transcender.



"Valeu a pena"




Trabalho nº 2746

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

A Próxima Dança

 Tenho amigos meus, muito queridos,
Irremediavelmente envolvidos,
Em crenças que viraram as suas cabeças.
Injetaram-lhes absurdas certezas,
Que eles são capazes de defender até a morte.
Penso comigo: que má sorte!!!

Gente que gosto muito, pura!
Mereciam estar de verdade voltados à altura.
Mas, não! Sofreram lavagem cerebral.
Estão cegos.
Foram totalmente manipulados por alheios egos.
Um desastre descomunal.

A maioria leva realmente a sério.
Não questionam os critérios...
Os absurdos,
Os furos,
... A podridão do fundo,
Os eletrificados muros!

A exploração,
A desumana enganação.
A ridícula encenação.
A insustentável pregação.

A necessidade de acreditar,
De se apegar
A algo
Que, pelo menos lembre o alto...
Que lhes forneçam alguma esperança
De serem tirados na próxima dança.




"O maior parceiro do amor é o perdão e a amizade"



tudopore-mail













Trabalho nº 2745

Edição Extra!!! - Quatro Vezes: Misericórdia !!!!

tudopore-mail 





Estava na minha cara e eu não estava vendo.
Frase bastante usada...
Mas, em meu caso é quase uma palhaçada...
Estava tão ocupado percebendo...
Que deixei passar a mais importante percepção
Para o meu alucinado coração:

Estou apaixonado!!!
Holisticamente apaixonado...!

Do tipo:
Disposto a correr todos os riscos.
A transpor todos os abismos,
A enfrentar todos os sismos...!!!

Siiiiiiiiiiim! Estou gentilmente,
Valente!

Honrado
Com esse presente do encantado...!
O que eu mais pedia,
O que eu mais queria...
Não estava certo se mereceria...
Se me caberia...

... E, como uma luva,
Um banho de inesperada chuva...
Você vem se encaixando em minha melodia.
Já arrisca alguns compassos junto...
Sei que você está querendo ir fundo...
Será nosso ato de maior rebeldia:

A harmonia
De nossa "Ousadia"!!!




"Quero acordar de manhã do seu lado"



tudopore-mail















Trabalho nº 2744

Vaia Cósmica Para os Políticos Brasileiros : Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!




Em nenhum infeliz momento de nossa história
A política foi mais tosca,
Mais sem vergonha,
Mais vagabunda, mais desqualificada,
Mais desajustada, mais desencontrada,
Mais suja,
Mais imunda...!!!
Nunca se viu traição maior em nossa memória.

O lixo do lixo do lixo!!!!
Perdeu holisticamente o sentido.
Quem são aquelas pessoas?
Parecem loucas!!!
Aprovaram lei facilitando o acesso às armas...!!!
Mas, o que é isso? Querem acabar com a sociedade?
Querem incrementar a nossa guerra civil?

Onde já se viu?

O congresso e a câmara são  um mar de farpas...
Reino absoluto da vaidade!!!

Todos adictos do poder.
Dependentes crônicos!
Comportamentos atônitos...!!!
Irresponsáveis diplomados!
Safados consagrados!

... Estão pondo o nosso país a perder!



P.S. Nenhum partido, nenhum político me representa!!!!



"Minha plataforma é o prazer total"























Trabalho nº 2743

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Acidente

                              tudopore-mail 

Hoje, sem querer, me deparei com a brutalidade
Da ilusão.
Não teve jeito:
Explodiu o pranto em meu peito.
Desidratei
E me desmontei...!!!
Imobiliza-me a estupidez da humanidade.

Este é o outro lado de ter a percepção tão aguçada...
O impacto
Dos fatos
Em mim é brutal.
Visceral!
Não me é mais possível permanecer na arquibancada...

Apesar de ter a certeza de que tudo irá acabar bem,
O processo acaba comigo
Em múltiplos sentidos.
Não gosto dos métodos que a vida tem
Para se recuperar,
Para se reestruturar.

Sei que a culpa é toda da inconsciência,
Sob a qual não é possível qualquer vestígio de decência.
Sei que é preciso limpar a casa
Antes de abrir as asas.

Que história triste e feia,
Desta humanidade...
Que, por absoluta ausência de sensibilidade,
Construiu e se aprisionou em uma material cadeia.

Permitam-me me repetir:
Como tudo poderia,
Deveria,
Ser diferente,
Se o enlevo já tivesse tocado a toda a gente...!!!




"Não, não chore mais"




tudopore-mail


Trabalho nº 2742

A Cereja do Bolo

tudopore-mail

O segredo é se respeitar.
Para se respeitar
O cidadão precisa se conhecer.
Para tanto é preciso se entregar ao viver.

Escolher muito bem os seus focos,
Os seus colos, os seus solos!
As suas manhas,
As suas camas!
As palhas para o seu ninho.
... Até as flores de seu caminho.

Saber quando avançar
Quando parar.
Quando recuar.
Quando desaguar...

Respeitar os seus tempos.
Rastrear e analisar os seus sentimentos.
Os seus mimos,
Os seus sismos!
As vontades,
As tempestades!

Ninguém é totalmente o que queria ser.
Mas, é preciso com o que se é, aprender-se a bem viver.




"Amar é um dom"




tudopore-mail















Trabalho nº 2741

terça-feira, 27 de outubro de 2015

À Beça !!!


Sempre quis tocar as pessoas.
Todas!
Emocioná-las...
Alertá-las!
Toda vez que fui tocado,
Que fui, pela emoção, enlevado,
Quis compartilhar.
Acho importante provocar o bom arrepiar.
Está tudo muito atrasado.
Meio que empacado,
Nos mesmos pontos,
Tontos.

Sinto a humanidade patinando,
Rastejando...
Deixando-se levar por motivações
Que são verdadeiras aberrações.

Isso me dói.
Sim, me corrói.

Nunca quis desfrutar de coisa alguma, sozinho.
Sempre gostei de vários corações em meus ninhos.
Tenho um outro entendimento
Sobre cada um dos sentimentos.
Uma crítica visão
Sobre essa ilusão.
Uma clara opinião sobre a saída
De volta à subida,
Que parte da humanidade
Finge suplicar à eternidade...!

Tenho pressa!
Quero ver meus irmãos gargalhando à beça.




"Quando eu canto é pra aliviar meu pranto"



tudopore-mail











Trabalho nº 2740

Uso e Abuso


Gosto de brincar!
A vida está de amargar,
Então gosto muito de proporcionar o sorrir.
É o mais eficiente transgredir.
Não tem contraindicação
Em qualquer situação,
Posto que tudo o que vivemos é a mais pura ilusão!
Para tanto abuso do ponto de exclamação!!!

Claro, que exagero, que enfeito,
Mas, sem comprometer o que trago no peito.
Crio imagens sensacionais,
Que dão bandeira de serem surreais.
Repito: a intenção é fazer graça.
Para tanto enfeito bastante a praça...

Não! Não é mania de grandeza.

Bem ao contrário. Sou um súdito da natureza.
É que as pessoas estão tão frias
Que sinto,
Que preciso
Dar uma boa trabalhada na melodia.




"Burro que não gosta de capim tá com arguma coisa errada"



tudopore-mail


















Trabalho nº 2739