terça-feira, 3 de setembro de 2013

Zé! Chamando o Zé!










        Acordei meio Eduardo Dussek em "Nostradamus". Horrorizado com tudo! Principalmente com o andamento do problema na Síria. Obama vem errando direto, em quase tudo. Não reconheço o sujeito que me emocionou profundamente, quando assumiu a casa branca. (letras minúsculas mesmo)! Sei que ele sofre pressões inimagináveis, mas seria muito mais inteligente ficar ao lado do povo, ao invés de ceder àquele congresso, que não é muito melhor que o nosso. Nível de consciência universal ZERO! Ladrões, corruptos, imediatistas, materialistas ao extremo, criaturas envenenadas pelo próprio egoísmo. Bandidos de toda sorte (ou azar)!
        A coisa toda estão tão torta, que começo a cogitar a hipótese de ser tudo combinado. Encenação coletiva para brincarem de guerra. As declarações das partes envolvidas, e, principalmente, das não envolvidas diretamente, estão de amargar. O papel da Rússia e da China, vai pesar para sempre sobre suas populações, como uma terrível mancha negra, sangrenta, imbecil e covarde. O idiota do vilão lá do Irã, mais insano que nunca, posto ter perdido o posto de frente em seu país, mas, ainda assim, exercendo uma influência considerável sobre parte de sua população, deve estar batendo palmas, dando gritinhos histéricos, para a incoerência de Obama. 
        Quem me lê sabe que prego veementemente contra todo o tipo de violência. TODO! Então, façam uma ideia de quão sofrido é, para mim, ter que falar sobre guerra! Guerra essa, totalmente evitável. Bastaria que algumas das partes acordasse em bom senso...!!! Vergonha de ser humano, neste momento. Estou, sinceramente, incomodado, abalado, com tanta ignorância de todos os lados. Creio que descemos todos os degraus da escada da inversão de valores. A pior tragédia que poderia ter nos acontecido. Responsável única, por tudo isso. Seguida de perto pela maldição do dom de mentir! 
        Como alguns sabem, tenho uma Lancheria especializada em beirutes. Lanches  feitos com pão sírio, mas, com ingredientes autorais. Tenho um autêntico prazer em fazer os sanduíches. Recebo elogios de todos que experimentam. Traz-me, enfim, um considerável grau de satisfação e alegria. É quando me lembro de meus irmãos sírios vivendo esta tragédia inconsolável, vergonhosa, brutal, que pode desaguar em coisa muito pior. Os abutres todos já mostraram suas garras prontas para entrarem em ação e impor ao planeta todo um oceano de sangue.
        Que tal cortarem o abastecimento de armas, para ambos os lados???? Aliás, meus amigos queridos, já não passou da hora de nos desarmarmos todos, de uma vez por todas????!!!!

        Guerra nenhuma é a solução para problema algum. É apelação econômica, capitalista, imperialista, que tem que ser combatida veementemente com conhecimento, informação, educação. Muita consciência e, acima de tudo: sensibilidade!



Vídeo indicado:
http://www.youtube.com/watch?v=75jFNijnWxo



2 comentários:

Ana Bailune disse...

Olá, Claudio. Justa indignação. Às vezes eu acho que aquele gás foi coisa dos americanos, como um motivo para declarar guerra. E sabe, depois da segunda guerra mundial, que deveria ter servido de exemplo do quanto o homem pode ser letal, não deveria ter havido mais nenhuma guerra.

Moacir Willmondes disse...

Belíssima postagem, Cláudio. Como sempre.

É preciso acreditar, não é mesmo...

Abç!