quinta-feira, 28 de março de 2013

Criatura, Você Ainda Não Percebeu Que Seu Salto Quebrou...




O bom de ser ter um elevado propósito,
É que mesmo que não cessem os ataques
Da mediocridade
Impregnada na sociedade,
Com seus apodrecidos
E ensandecidos
Charques,
É possível se agarrar a ele,
No sentido inverso do peixe à rede...
... Para voltar ao seu padrão.
Aquele que escolheu o coração.

Bem ali onde reside o elemento.
Onde se sobressaem os melhores sentimentos.
Onde se pode ser o que se é.
Onde gostar é a única postura que dá pé.
Bem longe das capitalistas ambições,
Das controvertidas manipulações...
...Daquelas piores intenções,
Com seus consequentes apagões.
Afastado de todas e tantas e cansativas mentiras!
Odiosas, desprezíveis, insustentáveis,
Insuportáveis,
Inconsequentes personagens!
Responsáveis pelo caos instalado,
Em lugar do pulsar alado.

Que sorte poder poetar
E voar...

Tão alto!

Tão acima de seu espatifado salto...!!!...!



Música recado:




Um comentário:

José Cambinda Dala Cabinda disse...

Belo poema, parabéns e feliz Páscoa!

http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4208294