terça-feira, 19 de março de 2013

Por Mim Mesmo





Falando sinceramente, por mim mesmo,
Penso que estão faltando atitudes, nos argumentos.
Muitas declarações lindíssimas, perecem,
Tristemente fenecem,
Atropeladas pela incoerência dos atos.
Afinal, o que conta, são os fatos.
Não importa se foram envolvidos em lindas palavras,
Se tiveram poder destrutivo das lavas!
Se denunciaram omissão, covardia...
... Humilhação, sangria!

O apoio não está vindo de onde estamos esperando:
Aquele alguém...!!!
... Para ninguém!
Regra sem exceção!
Penso, que tudo se deva à esta tremenda confusão,
Que estamos vivenciando.
Felizmente, existem os anjos,
Com seus encantados mantos,
A nos socorrer,
A nos estender a mão,
O coração,
Quando estamos a um passo de esmorecer.

Alguns até se antecipam, para que não cheguemos,
Para que não nos desgastemos,
A tal extremo.
Invadem, antes, o enredo.
Acariciam-nos com sua luz, com seu sincero carinho,
Levando-nos, holisticamente, para os celestiais ninhos.
Aquela sensação incerta com relação à altitude...
... O colo incomparável da plenitude.



Aninha Lago de Luz foi uma dessas surpresas,
Que nos aliviam as represas.
Escreveu a apresentação de “Ousadia”
Com uma tal maestria,
Com tamanha precisão,
Que me deixou um metro acima do chão.
Percebi o tamanho de sua sensibilidade,
De sua lírica humanidade.
Apaixonada pelos “filhos”, como eu.
De olho nos preconceituosos, como eu.
Inconformada com a política nacional, como eu.
Totalmente possuída pelo ofício, como eu!

Identificação deliciosa,
Cosmicamente poderosa!

Desejo-lhe o mesmo que a mim: Sorte!
Como eu, você já sabe o poder de seu corte!





Lindo vídeo:







3 comentários:

artes e literatura disse...

Para mim????? Eu nunca recebo poemas!!!!! Mas estaremos juntos sempre nesta caminhada, pode ter certeza, meu grande amigo! Obrigada! beijos!!!!!!!!!

ᄊム尺goん disse...

Sim..."
Penso que estão faltando atitudes, nos argumentos..."


abç

José Cambinda Dala Cabinda disse...

Linda carta, em versos lindos, de avaliação própria, parabéns!