domingo, 18 de agosto de 2013

Os Fios Luminosos...

ultradownloads.com.br 



Vá lá se saber os motivos
Que ligam os destinos...
Tudo é tão surpreendente,
Quando se deixa um pouquinho,
De ser arrogante...
Ainda não assimilamos o fato
De sermos interdependentes,
Independente da procedência do ninho.
... Ah! Viver é um ato mirabolante!
De deixar qualquer um, meio amalucado.

Sabedoria é se estar aberto.
Agarrado apenas ao verdadeiro afeto.
Aquele que continua criando o mundo.
Que nos resgatará, ainda que escorreguemos,
Mais para o fundo.
Mesmo que mais ainda, nos desencontremos!

Não é interessante percorrermos pelo avesso
O que é nosso por direito.

Entendamos, de uma vez, que a estrada 
É, originalmente, ensolarada.

Para tanto, precisamos ouvir o peito,
Para identificarmos nossa participação correta,
Neste maravilhoso contexto.
Esta inacreditável aquarela!

Para se saborear, de verdade, a vida,
É preciso se entregar à sensibilidade,
Com sinceridade.
Esta é a grande conquista!
O resto é figuração
Que não merece menção.




Este trabalho é um presente para minha amiga,
poetisa, escritora - Ana Stoppa -
que acabou de escrever a apresentação de meu próximo livro "Lúcido". 


Ana este é um dos textos que lhe falei, hoje cedo, do disco Rosa dos Ventos de Maria Bethânia. Esta é uma interpretação mais recente.
http://www.youtube.com/watch?v=sTwcoBvA3nU







3 comentários:

Flor da Vida (Suelzy Quinta) disse...

Impecavelmente belo!!!

Beijos ao poeta e à Ana!

Ana Bailune disse...

Simplesmente belíssimo!

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei seu blog, estive a ver e ler alguma postagens
é um bom blog, daqueles que gostamos de visitar, e ficar mais um pouco.
Eu também tenho um blog, Peregrino E servo, se desejar fazer uma visita
Ficarei radiante,mas se desejar seguir, saiba que sempre retribuo seguido
também o seu blog. Deixo os meus cumprimentos e saudações.
Sou António Batalha.