quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Rir é Fundamental

floresonlinebrasil.com.br



Gosto muito de brincar.
Muito mesmo.
Sou adepto da alegria.
Senhora de minha alegoria!
A meta de meu enredo.
O que não me deixa trincar!

Tenho prazer sensual em fazer rir.
Proporcionar o riso,
Para mim, é questão de juízo.
Preservação.
Moderação e compensação!
Desbravo caminhos para o sorrir.

Condição primordial para eu seguir.
A grande recompensa
Para um belo final de sentença.
Adoro os sons provocados pelo riso,
Pelas sonoras gargalhadas...
Aquelas que deixam as faces rosadas.
Quebram qualquer intenção do negativo.
Semeiam adequadamente o porvir.

Rio muito de mim.
O que é bem fácil, pois sou atrapalhadíssimo,
Enroladíssimo...
Principalmente, com os pequenos dados,
Os desimportantes fatos.
Esqueço, apago, misturo, faço uma confusão sem fim.
Tropeço, derrubo, quebro: um ambulante desastre,
Com pretensões à catástrofe.



Divirtam-se
http://www.youtube.com/watch?v=Zj_YJ_Qdy-Y


Para adquirir meus livros direto comigo:
cbs263000@hotmail.com




Um comentário:

Thereza Ferro disse...

Achei lindo o poema e mto fundamental, abraço