domingo, 4 de dezembro de 2011

A Chegada do Magnífico




A canção da alvorada,
Sobre a floresta orvalhada,
Brilhantemente interpretada
Pela passarada,
Com sua atmosfera
De definitiva primavera,
Impressiona pelas cores,
Pelos odores!

Um elogio à exuberância,
Em toda a sua simplicidade
De obra de arte;
Em toda a sua relevância,
Quanto à apresentação
De um cesto de possibilidades,
Para mais um passo à evolução.

Venha manhã iluminada.
Perpetue-se em dourado,
Sob a melodia do encantado.
Rebentação mais que sonhada!
Rompa todas as represas
De criatividade,
A favor da humanidade.
Inunda-nos com delicadezas.

Faça-nos perceber,
O que, ainda temos dificuldade em ver,
O que, ainda relutamos em praticar...
Relembre-nos a respirar
Tranquilamente,
Profundamente...
Aponte-nos o melhor caminho
Para o nosso verdadeiro destino.

Acredito em seu poder.
Sei que vai ter que ser bom
O que tiver de ser.
Um abrangente e inclusivo som.
Uma melodia de reconhecimento
De nossa verdadeira relação,
Com a emoção
Irradiando-se pelo firmamento.







Para minha amiga, a poetisa
Sílvia Mota




Vídeo indicado:
http://www.youtube.com/watch?v=qvMRnytnZB0&feature=related





Prove que você gosta:
Presenteie Poesia no Natal:


"Vida Alta" - Minha primeira obra


"Ardentia" - Um elogio à alegria e à arte de gostar!


Promoção - direto comigo - cbs263000@hotmail.com


Proporcione Enlevo!!!


2 comentários:

Cacá - José Cláudio disse...

Você também me lembra a alvorada, meu amigo? rsrs

"Alvorada lá no morro, que beleza!
Ninguém chora, não há tristeza.
Ninguém sente dissabor.
O sol colorindo, é tão lindo, é tão lindo!
E a natureza sorrindo,tingindo, tingindo a alvorada." (Cartola)

Grande abraço e ótima semana.

Anônimo disse...

Uma homenagem que é uma verdadeira pérola...simplesmente exuberante...Adorei! parabéns para homenageada e para você que é um verdadeiro fenômeno meu GIGANTE. Meu carinho e meu beijo. Lety