sábado, 10 de dezembro de 2011

A Impulsão da Evolução






A criatividade, de tão augusta,
Assusta!
Amedronta,
Deixa a mente tonta...
Tentando identificar
O que está a raiar...
O embolorado, se apavora!
O retrógrado, se devora!!

Enfrenta todo o tipo de barreiras,
Por deslocar as cadeiras...
Por ser, simplesmente, espontânea,
Além de instantânea!
Autêntico retrato,
De puro desacato!
Ignora as inadmissíveis normas,
Dispensa as cordas!

A criatividade,
Precisa de liberdade
Para respirar...
Para cumprir o seu papel de mudar!
Ainda que possa, incomodar...
Iluminar a reta,
Tornar visível a seta!
Transmutar!

Sem ela,
Jamais se encontrarão as paralelas...
Não há futuro!
Torna-se intransponível o muro.
Sob suas asas
Erguer-se-ão as futuras casas...
Leia-se: abrigos!
Onde todos se reconciliarão com o sentido!

A criatividade,
Trabalhando pela sensibilidade,
Fará florescer
Um novo jeito de viver!
Menos agressivo...
Menos manipulável!
Mais compassivo,
Mais saudável!

O lirismo
Cobrirá o abismo!









Vídeo lindo:
http://www.youtube.com/watch?v=mpSXAaLxzsg&feature=related



Proporcione Enlevo!!!   

Prove que você gosta:
Presenteie Poesia no Natal:

"Vida Alta" - Minha primeira obra

"Ardentia" - Um elogio à alegria e à arte de gostar!

Promoção - direto comigo - cbs263000@hotmail.com







3 comentários:

Anônimo disse...

...NOSSA! Você é um terror e realmente amedronta, pois não sei como consegues tanta inspiração, criatividade e sensibilidade!!!
Não é à toa que o chamo de GIGANTE. Todos os aplausos. meu carinho e meu beijo. Lety.

Cacá - José Cláudio disse...

Desta vez a Lety (que me antecedeu) falou por mim também. Lindo, lindo, lindo! Abraços.

Anônimo disse...

***** Maravilha poeta da Luz Dourada!* Belos ensinamentos... Parabéns!*!*!* Um abração na alma!*
>>> Narlei*