terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Resende - Meu Colo Marítimo em Itacaré






É impossível você olhar
Para a Praia Resende
E não suspirar...
Tente!

Ela é pequena e acolhedora,
Tremendamente sedutora,
Com seus coqueiros maravilhosos,
Com seus troncos espetacularmente tortos,
Ao longo do morro.
Sofisticadíssimos adornos!
Estrategicamente distribuídos,
Compõem um cenário absolutamente lindo!


 

Dos dois lados, pedras, nas extremidades...
Ali, as ondas são interceptadas,
Como que assustadas,
Reagem e quebram
Esparramam-se...
Atiram-se
Ao alto,
Fazendo do ar, seu palco,
Em um espetáculo de ousadia
E rebeldia,
Que imobiliza
E fascina!

Poucas barraquinhas, simples, só com o essencial,
Para não estragar o especial...
O que a natureza criou
De tanta habilidade
E sensibilidade
Transbordou...
Ah! Tem o mar
Oh! Meu Deus! – Aquele mar!
Da Bahia...
Sinônimo da mais pura alquimia,
Com sua percussiva harmonia!
Com sua severidade!
Aqueeeeeeela suavidade!
O mar de minha vida...
A primeiríssima maravilha!
O colo de minha alegria!







Dedico esse trabalho à minha amiga
Excelente poetisa
Suzana Heemann








Música Linda:
http://www.youtube.com/watch?v=-p55S8GZ9Rk

Um comentário:

Toninhobira disse...

Há uma magia neste mar do baixo sul e extremo sul amigo,que faz suspirar até os mais insenviveis.Haja folego e inspiração para pintar tal beleza deste paraiso.
A Suzana merece esta bela homenagem.
Meu abraço.