terça-feira, 11 de setembro de 2012

A Necessidade de Curvas







A cicatrização rápida de uma ferida
Demonstra maturidade.
É uma valorosa conquista.
O texto final pertence à eternidade.
É dela a responsabilidade pela logística,
Por vezes sísmica,
De todo este inacreditável enredo.
Este grande celeiro de sentimentos...

Tentar perseguir seu raciocínio,
Através dos diários indícios,
É mais que recomendável,
É confortável.
Dar uma satisfação à mente concreta,
Sobre o que está acontecendo,
Da forma como está ocorrendo,
Sobre a necessidade de curvas, da reta...
Auxilia muito, no processo de aceitação,
De assimilação,
Das intenções da seta dourada,
Que mantém a senda iluminada.

Por sabermos tão pouco, de nós mesmos,
De tudo...
Do que realmente, importa, ao fundo,
Precisamos confiar na imprevisibilidade,
Na interdimensionalidade,
Do cósmico roteiro.
Ávido!
Impávido!
Tudo principia com o autoconhecimento,
Para exterminar com o ego e seus delírios,
Absolutamente, sem sentido.
Buscar a transparência dos batimentos.
Quanto melhor a sintonia com o infinito,
Menor o atrito.
Ter disponibilidade para pensar os sinais,
Proporciona facilidades sensacionais.



Vídeo indicado:
http://www.youtube.com/watch?v=iZqDonJ60fI&feature=fvwrel





2 comentários:

Toninhobira disse...

Autoconhecimento é tudo na vida amigo, ainda que tenhamos que nos arriscar nas curvas acentuadas,mas a chegada é bela num lindo campo de paz e luz.
Bela inspiração.
Meu terno abraço.

Celina disse...

Oi amigo, muito bonita a tua poesia, desejo de muita paz para vc CELINA