segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Mais, Mais, Mais!





Música indicada:

Quero mais.
Quero sentir mais.
Quero me sentir mais,
Interagindo mais,
Com esta insuspeita conexão,
Entre a poesia e a vastidão.

Quero disparar na subida,
Para perceber melhor a luminescência,
A fluente incandescência,
Que me aponta, a vida.
Talvez, eu tenha me distraído, um pouco,
Com os detalhes do caminho,
Com as cores das palhas dos ninhos.
Cantei até ficar rouco...
Saboreei cada pedacinho que pude.
Evitei o rude.
Tentei absorver cada compasso da melodia,
Do lirismo que me invadia.
Transformei em versos,
Minha versão do universo.

Agora, é preciso ir mais longe.
Sinto o chamado insistente,
Bastante convincente,
De um outro horizonte.
Estou tão tranquilo,
Quanto apreensivo.
Já não é mais questão de coragem.
É o jeito que, agora, encaro as passagens.
Perdi o medo,
Por confiar, apaixonadamente, no enlevo.
Atravesso as humanas miragens,
Direto às celestiais paisagens. 




Um comentário:

Will Moa disse...

Viver tem disso, querer e ousar...

Ótima semana para você, Cláudio!