segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

A Pior Classe










A inconsequência humana, realmente, me desnorteia.
É incrível como ela serpenteia,
Acompanhada, de perto, pela ignorância,
Ambas transformam-se em arrogância!
Causam desenganos,
Esparramando danos.
Alguns, já bem evitáveis,
De tão unanimemente inaceitáveis.

Há uma classe que se destaca neste quesito:
São os empreendedores imobiliários!
Nome chique para: desmatadores arbitrários.
Classe predadora, perigosa, por desafiar,
Por desacatar
O planetário sentido.
É formada por mentes imediatistas,
Desgraçadamente materialistas,
Que não se preocupam, em absoluto,
Com o futuro.
Ainda se guiam pelo pensamento tosco,
De que o que importa é ter dinheiro no bolso.

Resta saber o que farão com esse imundo dinheiro,
Após terem destruído a floresta por inteiro...
Não perceberam ainda, que este comportamento,
Está completamente fora, do novo alinhamento,
Que vem tomando o mundo de assalto,
Convocando à humanidade toda, para o alto.
Já acabou o tempo de explorar.
O único verbo que se recomenda conjugar é o preservar!
Sinceramente: prefiro morrer,
A ver a floresta atlântica desaparecer.




Aos empreendedores imobiliários e aos seus amigos políticos:






2 comentários:

Anônimo disse...

Você tem toda a razão, Claudio! está mais que na hora de parar essa agressão à natureza
beijos,
Ma

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Poeta

Um grito que devia ser ouvido por todos, porque destruir a natureza é acabar com o que de mais belo temos.

Um beijinho
Sonhadora