quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Por Demais !!!


www.osmais.com

... É por demais intenso, meu viver.

Tenho tanto para dizer...

Tanto aguardando o momento oportuno,
Para ajudar a depurar esse mundo.
Tão confuso,
Difuso...
Triste e lento,
Além de inaceitavelmente violento.

Também, pudera!
A frustração é o que impera!
O foco na ilusão
Vem causando esta emocional devastação.
Falta muito calor...
Muuuuuuuuuuuuuito Amor!
Desta palavra, refiro-me à essência.
Nada a ver com esta improcedência,
Que foi adotada pelo gado.
O que falta é o sentimento, de fato!
Puro, límpido...
Cristalino! Vívido!
Cheio, sim, de tesão, 
Para ativar a circulação!

Quem consegue vivenciar sadiamente uma paixão,
Automaticamente, passa a olhar,
Passa a se importar
Um pouco mais, com o irmão.
Quem Ama, diz menos Não.
Estende mais facilmente a mão.

Já quem nunca amou,
Não vivenciou
A sua própria primavera,
Só pensa em passar a perna!

E, com isso,
Com essa infantil falta de juízo
Só faz se afastar cada vez mais,
Daquelas sensações celestiais!

Aquelas que validam tudo.
Apenas encontráveis no profundo!



Música indicada:
http://www.youtube.com/watch?v=LNu3RsYZTx0






Um comentário:

Moacir Willmondes disse...

É preciso foco.

Importante tema poético, Cláudio.

Abraço!