sexta-feira, 18 de abril de 2014

Poetando os Encantos

www.fotos.ntr.br





Para mim,
Por mim,
Não levanto mais bandeira alguma.
O que faço é poetar os encantos,
Os acalantos,
Da altura.

Interessa-me o coletivo.
Desmistificar o sofrimento.
Potencializar os mais altos sentimentos.
Destrocar os valores.
Desmontar esse circo de horrores.
De manipuladores,
De opressores!

É onde minha vida encontra sentido.
É o que me faz escrever,
Para não prescrever.
É o que me motiva,
Literalmente, me incita.

Meu pensar é contínuo,
Longínquo...
Penso em tudo,
Que me chega do mundo.
Tento buscar soluções melhores,
Menos violentas,
Para todos os problemas,
Dos menores aos maiores.

Sofro, um pouco, por todos.
Gosto dos que abandonam o chão,
Dos que saem da ilusão,
Ainda que seja na marra,
Mas, largam a material farra.
Identifico-me com os voos.

Embora seja porto,
Não sou de pousos.






"Um beijo meu"
https://www.youtube.com/watch?v=_cvOIH9DnHE






papelparede.russian-women.net


Um comentário:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia amigo
Todos vivemos essa preocupação de desmitificar situações e desmanchar opressões.
Muitos estão instalados no poder e seguram-no eliminando os que não falam a mesma linguagem.

Boa Pascoa