sábado, 5 de abril de 2014

Sempre Eles





Misericórdia! Acabei de perceber
Mais um dos sinais da vida.
Clareou, de repente, minha vista.
Mas, que coisa doida que é, em poesia, viver!
É tudo tão intenso,
Tão imenso!
Impossível, como antes, dormir...
Há tanto para se intuir!
Tanto para se prestar atenção.
Entender de tudo, a conexão.
O foco.
O colo!
O que não foi dito,
Nem escrito!
... De tão fantástico
De tão ávido...!!!
Por vezes, parece que perderei o fôlego.
Por instantes ando trôpego,
Até me acostumar,
Com aquilo que acabou de me roubar o ar.
Então voo para um palco
Ainda mais iluminado,
Mais no alto.
... Cada vez mais próximo do encantado.

Quando vacilo, com relação ao que trago no peito,
A existência encontra um jeito,
De me alertar,
Para me focar.´






"Quero acordar de manhã do teu lado"
https://www.youtube.com/watch?v=jfwRNZG5D6E






Presenteie lirismo!!!
Para adquirir  meus livros direto no site da Editora Biblioteca24horas,
Clique no link abaixo. 
Em seguida, digite meu nome ou o do livro no campo de pesquisa


http://24.233.183.33/cont/login/Index_Piloto.jsp?ID=bv24x7br





jie.itaipu.gov.br



2 comentários:

Anônimo disse...

Meu amigo se tiver coisa melhor que isso eu desconheço.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

É bom sentir a poesia e vive-la dento de nós.
Esta é a vida mais bela.
Escrever nem sempre se consegue dizer dos nossos poemas interiores.