segunda-feira, 9 de julho de 2012

Semente de Tudo



 


Inexiste prazer superior à luminosidade...
Sua ascendência
À incandescência!
A impetuosidade
Da verdade!
O argumento
Do perpétuo movimento!
O acolhimento
Em seu melhor elemento!
A concepção de paraíso,
Delineada em um sorriso...
Declaração de cumplicidade!

A delicadeza,
Que faz irromper,
Transpirar,
Transbordar
A pureza!
Semente de tudo,
Que possibilita o mundo!
Daí essa sensação de segurança,
Espantosa,
De tão maravilhosa!
Totalmente
Independente
De esperança!
A pulsação do bem-querer!!!

Também não existe a possibilidade de tédio,
Ou a necessidade de remédio!
A velocidade
Da intensidade,
Garante a audiência
Da consciência,
Que, visivelmente, comovida,
Passa a se empenhar na conquista
Do equilíbrio necessário,
Para persistir nesse itinerário,
Todo delineado,
Afiançado
Em arrebatamentos,
Claros ensinamentos...
Todos pacíficos,
Obviamente, crísticos.




Música indicada:
"Altos e Baixos"
Roberta Sá



 



2 comentários:

Mari Rehermann disse...

Tão belo poema...

Desejo que a sua semana seja iluminada, e repleta de amor e paz!!

Beijos!♥

Anônimo disse...

***** Nossa!*!* " Daí essa sensação de segurança, Espantosa, de tão maravilhosa!..." Ma-ra-vi-lho sa!*
Parabéns poeta da luz dourada!* Abração!* >>> Narlei*