terça-feira, 6 de março de 2012

O Único!!!



O amor? Ah! Ele não falha!
Não entope a calha...
Salva mesmo!
Por mais que se perca a esmo...
Por mais que se arranhe,
Que não se acompanhe,
Não se abocanhe...
Por mais que se acanhe!

Quando ele chega, arrebenta...
A corrente não aguenta!
O chão se abre,
Mas se cobre em flores,
De múltiplos sabores...
Determinação de tigre de sabre!
Canto de sabiá!
Prazer maior, não há!

Senhor!
Não!
Amor,
Não rima com dor!
Isso é heresia!
Pura patologia...
O Amor, para ser Amor,
Só pode fazer bem!

Tem que deixar aquela vontade de ir além!
E não de ir pro além!!!
Tem que ser a grande compensação,
Por se enfrentar essa ilusão!
Todo o resto é deturpação!
Voluntária
Ou involuntária,
Não pode ser levado em consideração!

O amor é que faz o mar
Quebrar.
Foi quem criou, para a noite, o luar.
É quem faz a manhã ensolarar!!!
É a voz da imensidão
Liberando a Criação,
Através de emanações de ternura,
Na mais perfeita temperatura.

O Amor?
É o único Senhor!



Vídeo: Febre
Margareth Menezes
http://www.youtube.com/watch?v=8vigWyyX2l0


3 comentários:

Anônimo disse...

***** O "Amor" é o único Senhor sim, tenho esta certeza dentro de mim... Ficou encantador poeta da Luz Dourada!* Parabéns!* Deixo aqui o meu abraço e meu carinho!*>>> Narlei*

Mari disse...

Lindo poema...o amor é tudo, é vida, é alma, é Deus! O amor somos nós!

Tenha uma semana cheia de luz, paz e principalmente, amor!♥

Emmanuel Almeida disse...

Sim, o amor na visão do Poeta é magnífico, a visão é o indicativo do coração! Lindíssimo!

Emmanuel Almeida