terça-feira, 23 de outubro de 2012

Bendita Seja !!!






Em alguns momentos na vida,
Só mesmo, recorrendo aos poderes miraculosos,
Comprovadamente, maravilhosos
Da água.
Apenas ela, para dar conta de tanta mágoa.
Mágoa esta que não pode ficar represada,
Muito menos, alimentada!
Peso desnecessário na subida.

A vida toda, a mesma fonte,
Estragando meu horizonte.
Está na hora de lacrá-la,
Nem preciso mais, desmascará-la.
Tão feia!
Não há como, mais, incluí-la em minha teia.
Não há como ter disposição, para com a mão,
Que insiste na devastação.

Mediante estas situações constrangedoras,
Com suas garras castradoras,
Só mesmo a paz liquefeita,
Para dar cabo de tamanha emocional maleita.
Beber o líquido sagrado.
Banhar-se em seu sopro encantado,
Talvez, seja o único conforto,
Para estes colossais desconsolos.

Bendita seja
Toda a água deste planeta.
A maior riqueza!
Veículo condutor das celestiais certezas.
A grande responsável
Por este desenho de existência, admirável!
O gigante, ainda incompreendido,
Querendo compartilhar o sonho mais bonito.




Vídeo indicado:



3 comentários:

Anônimo disse...

***** "Bendita Seja"... Assino junto!*!*!* Abração meu amigo!*!*!* >>> Narlei*

M.Cecilia Flor. disse...

Bendita Seja tua inspiração a enaltecer nossas águas fonte de nossas energias,e que texto profundo.Assino contigo Claudio.Felicidades.Bjus\Flor*Linda suas imagens.

Emmanuel Almeida disse...

A Natureza e o Poeta fazem o papel de interlocutor entre a vida e o que nos é oferecido co amor, por Deus!