sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Vida & Espaço








As pessoas estão desacostumadas de carinho.
Eis a razão de sofrerem tanto.
Ou, ficam acuadas em seus cantos,
Ou, acuam!
Irresponsavelmente atuam.
Escravizadas aos instintos mais primitivos,
Desaprenderam a escolher a palha para o ninho.
Estão vivendo a vida no diminutivo.
Armadas até os dentes,
Apenas, se ofendem...
Embaralham os dados,
Confundem os fatos.
Culpam o universo pelo infortúnio,
Enquanto mantém, com a escuridão, certo conluio.
Desentendem-se até nas redes sociais!
Não conseguem lidar com os relacionamentos virtuais...

Entretanto, a culpa é sempre do outro!
Estão se desumanizando, aos poucos...
Em nome de uma tal sobrevivência,
De um tal conforto,
Que só faz vincar o rosto!
Absoluta inconsciência!
A grande tragédia do planeta,
Com toda a certeza.
O desprezível olho por olho
Tem cegado,
Tem alijado
O imprescindível bom senso.


Por outro lado,
O ensolarado,
Um número expressivo de mentes,
Têm acordado, espontaneamente,
Para o mundo sideral,
Com seu encantamento real!
Descobriram a vida no espaço.
Em nome dele, estão ampliando seus abraços.




Vídeo lindo:




3 comentários:

Ana Bailune disse...

Acho que ainda não cheguei 'lá', mas sinto que eu estou a caminho...

Toninhobira disse...

Perfeitamente meu caro amigo.Há um acanhamento das pessoas para se permitir abraçar e serem felizes.Perdidos em procuras que nem sabem o que.Preciso é estar em sintonia com este espaço e praticar o abraço para uma vida mais leve e feliz.
Um abração terno amigo e belo fim de semana em seu paraiso.

Sandra Amorim disse...

Ah Claudinho, parece ficou mais fácil através da telinha falar o que quiser,ser mal educado. Tenho visto tanta coisa que exclui um perfil do face por isso. Fiquei só com o da poesia, ali não conheço a maioria, sendo assim fica só p expor o que escrevo. Espero chegar a esse caminho, tenho me esforçado... Um dia de luz e paz amigo,bjs