quinta-feira, 18 de junho de 2015

Investiguemos - Dedico este trabalho à minha amiga, Marcela Re Ribeiro




Sugiro que, em tudo, a investigação seja profunda.
Não me refiro apenas à política barafunda.
Todos os gestos,
As propostas de tetos!
Todas as ações,
As intenções,
As atrações,
As condenações!
Os julgamentos,
Os temperamentos!
As inações!
Ah! As emoções...!!!
Estas mais que tudo, precisam ser investigadas,
Com sinceridade
E severidade.
Esta sugestão
Vem da constatação,
Que há uma preferência,
Uma triste tendência,
À cega aceitação!
É que há tanto nas entrelinhas,
Nas tabelinhas,
Nos silêncios...
Verdadeiros compêndios,
Que não podem ser ignorados,
Quando o que se almeja,
O que sinceramente, se deseja,
É a pessoal evolução.
É preciso ter um vasto conhecimento do porão!
Daquilo que insiste em se negar,
Mas, a essência vive a alertar.

A razão precisa se debruçar,
Precisa remexer, cutucar,
Sobre absolutamente tudo
Que formata o mundo.
Tanto o individual, quanto o coletivo.
Tudo em busca do inegociável sentido.


"Cheguei na beira da porto onde as onda se espaia"




Trabalho nº 2472

Um comentário:

Marcela Re Ribeiro disse...

Claudio, maravilhoso, como tudo o que você escreve! Obrigada pela linda homenagem. Um prazer fazer parte do seu cantinho! Beijoquitas poéticas :-)