sexta-feira, 18 de julho de 2014

Os Péssimos Exemplos, Fingindo-se de Templos!



rollemberg.com.br





Como os conceitos da sociedade,
Feita de materialistas loucos,
Entupidos de conveniências e desonestidades,
Estão todos,
Absolutamente equivocados,
Propositalmente deturpados,
Só mesmo a consciência individual,
Para nos salvar de um fim brutal.

É preciso muita honestidade,
Um banho de veracidade,
Para com tudo,
Para com o mundo,
Para que os verdadeiros valores,
Os verdadeiros talentos,
Possam ser reconhecidos,
Lidos, assistidos e ouvidos,
Para que possam ser, devidamente aproveitados,
Interiorizados, assimilados.
Porque os talentos existem
E, com muito sofrimento, persistem,
Para apontar caminhos, saídas,
Movas trilhas,
Algumas possibilidades mais aceitáveis,
Mais louváveis,
De se viver,
De se conviver.

Para tanto, se faz necessário
Extirpar os tumores
Do itinerário:
O comércio, o dinheiro a qualquer custo,
A instantânea e oca fama, a notoriedade,
Com qualquer barbaridade,
Com qualquer banalidade.

Urge que se separe a verdadeira Arte,
Aquela que arrepia e arde,
Da indústria do entretenimento,
Leia-se emburrecimento.
Essa medonha fábrica de egos,
Como digo sempre, enferrujados pregos,
Absolutamente inúteis,
Fúteis!


"Um dia desses tive um sonho que havia começado a grande guerra entre o morro e a cidade"
https://www.youtube.com/watch?v=j0TS1uExSrU


Dedico este trabalho a José Cláudio Adão


 - Dia 26 de julho -
Completarei  55 anos. Dê-se um lírico presente: basta comprar um de meus 05 livros - Esta é a melhor forma de me demonstrar carinho, sendo que o Vida Alta - tenho aqui comigo - e não cobro o envio. Os outros direto com a  editora no link abaixo:
Detalhe - os preços são os mesmos de 2011


http://189.111.238.146/cont/login/Index_Piloto.jsp?ID=bv24x7br




Um comentário:

jose claudio disse...

É, amigo, um dos motivos de minha parada com as postagens, foi essa "indiferença" das pessoas com a leitura. Não que eu seja uma sumidade, você me conhece. É mesmo a valorização do banal e fútil em detrimento do que leva as pessoas à reflexão, tal como você faz tão bem e de forma tão bela. Mas sigamos nessa trilha de não fazer concessões em nome de um caminho mais fácil. Pelo menos o nosso espírito segue bem alimentado.
Obrigadão e um abraço forte.